Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Histórias da Bola

Jogos mil de Pelé

Pelé tem um Jogo Mil e dois Jogos Mil. Saiba onde ficam as diferenças

Por Gustavo Mariani 18/02/2021 10h18
Foto: Reprodução

O Gol Mil de Pelé encarou várias divergências dos estatísticos, até ser, definitivamente, validado pelo 19 de novembro de 1969. O Jogo Mil do Rei do Futebol, também, desperta a curiosidade do torcedor, pois duas datas são consideradas.

Em 28 de janeiro de 1971, rolou o acontecimento de Paramaribo, com Santos 4 x 1 Transvaal, e com Pelé marcando um dos gols, o dele cobrando pênalti. A outra data mencionada é a de 3 de dezembro de 1972, com Santos 1 x 2 Ceará Sporting, pelo Campeonato Brasileiro. Esta é a milésima partida oficial do Camisa 10, enquanto a citada no exterior é juntando-se amistosos e jogos oficiais. Explicado? Nela, Pelé marcou o único gol santista diante do Vovô.

Em Paramaribo, o estádio tinha pouca iluminação e torcedor até dentro do campo. “Pelé era tratado como um Deus”, conta Lemyr Martins, da revistas Placar e único jornalista brasileiro naquela noite no estádio. Por sinal, ele levou para Pelé vestir – e o Rei do Futrebol topou e foi fotografado – uma camisa com o número mil, que foi capa da semanária paulistana.

Segundo o mesmo Lamyr, perto do final da partida, Pelé teve que fugir da multidão: “Faltavam uns dez minutos para terminar (o prélio), ele bateu um lateral, correu para o vestiário e sumiu”, relembrou, acrescentando que a cidade parou e só voltou a funcionar depois que Pelé foi embora.

Durante o milésimo jogo oficial, com recorde de público no Ceará – 38.173 pagantes – Pelé era dirigido pelo seu antigo companheiro de ataque santista, Pepe, mais precisamente José Macia. Time do dia: Joel Mendes; Turcão, Paulo, Altivo e Murias (Vicente); Léo Oliveira e Afonsinho (Edu); Roberto Carlos, Pitico, Pelé e Ferreira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o historiador oficial santistas, Guilherme Guache, o último Pelé aos olhos cearenses foi no 3 de abril de 1974, em Santos 2 x 0 Guarani de Sobral. Exatamente, em Juazeiro do Norte, a terra do Padre Cícero – sem marcar gols.

No total, segundo o historiador santista Guilherme Guache, Pelé exibiu-se por oito vezes no Ceará, vencendo três partidas, empatando outras três e escorregando só em duas. Mandou seis bolas às redes cearenses.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar