Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Histórias da Bola

Gama x Brasília lotérico

Clássico candango da década-1970 deu Gama na Coluna 1

Por Gustavo Mariani 01/03/2021 11h40
Reprodução

Em junho de 1979, a Loteria Esportiva mandava para os apostadores o volante do Teste 446, com jogos no segundo final de semana daquele mês. No Jogo 8, estava o principal pega do futebol candango da época, Brasília x Gama. Valia pelo Campeonato do DF e as atrações eram o meia Edu Coimbra, no Brasília, e o treinador Martim Francisco, pelo lado gamense.

Craque que deslumbrara as torcidas cariocas do América e do Vasco da Gama, mesmo caminhando para o final de carreira, o Eduzinho ainda rolava uma bola legal e faria a sua segunda apresentação pelo Colorado do Planalto (apelido que não pegou). De sua parte, o velho Martim Francisco, campeão carioca-1956, pelo Vasco, e tido como autor do sistema tático 4-2-4, embora os húngaros de 1954 se digam os pais da matéria, mesmo já esquecido vinha como salvador da pátria de um Gama que fora vexamão, vexamão durante o primeiro turno.

Nada induzia apostar-se no Periquitão (apelido que durou pouco), embora este viesse de vitória sobre o Sobradinho – 1 x 0, em casa (03.06), na semana anterior -, pois, em cinco jogos, perdera três – 0 x 1 Taguatinga (13.05); 1 x 3 Desportiva Bandeirante (20.05) e 0 x 1 Guará (27.05). Mas tinha o grande crédito de ter mandado 2 x 1 no rivalaço Brasília Esporte Clube (06.05), que tinha retrospecto muito melhor – 1 x 0 Guará (06.05); 2 x 0 Taguatinga (13.05) 1 x 0 Sobradinho (27.05) e 1 x 0 Bandeirante (03.06). Além do mais, havia faturado o primeiro turno e liderava o segundo, ao lado da Sociedade Esportiva do Gama. Na já apelidada Loteca, os dois andavam em cima do muro, com uma vitória para cada lado e um empate. No geral dos últimos Candangões: 1977 – Brasília 3 x 0; 1978 -1 x 1; Gama 2 x 1 e 1 x 0, e Brasília 2 x 1.

No 10 de junho lotérico, o que rolou? Quem se lembra do resultado? Acertou quem apostou na Coluna 1, pois o Gama venceu o Brasília, por 4 x 2, com gols marcados por Péricles (2) , Niltinho e Robertinho, em partida disputada no Bezerrão. Um dos grandes jogos dos inícios do futebol profissional candango, que teve o seu primeiro campeonato em 1976, vencido pelo Brasília.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar