Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Hashtag Cinema

Lançamentos Netflix de 3 a 6 agosto 2021

De drogas a celebridades são os temas dos lançamentos desta semana para o streaming da Netflix

Shiny_Flakes: Drogas Online

Está é a verdadeira história por trás da série original alemã Como vender drogas online (rápido). Em fevereiro de 2015, Maximilian Schmidt, conhecido na internet como Shiny Flakes, foi detido por vender cerca de 4,1 milhões de euros em drogas de dentro do seu quarto na casa da família. Aos 19 anos, o adolescente controlava um império do tráfico internacional sozinho através de seu site, shinyflakes.com, e do correio alemão, e chegou a vender uma tonelada de drogas em 14 meses. O caso se tornou um dos maiores crimes cibernéticos da Alemanha e até hoje a polícia não descobriu onde a maior parte do dinheiro foi parar. Neste documentário, Maximilian conta sua história.

Cocaine Cowboys: The Kings of Miami

Quinze anos depois da estreia do clássico filme cult, chega a minissérie Cocaine Cowboys: The Kings of Miami, do diretor Billy Corben. A saga de seis partes conta a história dos traficantes do sul da Flórida envolvidos em um dos casos mais famosos da história dos EUA. Apontados como os principais distribuidores de dois dos maiores cartéis da Colômbia, os imigrantes cubanos Augusto “Willy” Falcon e Salvador “Sal” Magluta foram acusados de contrabandear mais de 75 toneladas de cocaína para os Estados Unidos na década de 1980. Os amigos construíram um império de 2 bilhões de dólares e ficaram conhecidos como “Los Muchachos”, duas das maiores celebridades de Miami. Perseguidos pela polícia, os dois conseguiram evitar a condenação por décadas até que finalmente foram presos. Com entrevistas de pessoas próximas, advogados de defesa e dos policiais federais responsáveis pelo caso, a série pinta um retrato realista dos últimos “caubóis da cocaína” de Miami.

Cozinhando com Paris Hilton

Paris Hilton sabe cozinhar… ou não. E está trazendo uma nova cara para os programas de culinária. Ela não é uma chef experiente e nem está tentando ser. Mas, com a ajuda de amigos famosos, ela se aventura em meio a novos ingredientes, receitas inéditas e utensílios de cozinha um tanto quanto exóticos. Inspirada por seu vídeo que viralizou no YouTube, Paris nos mostra o percurso do supermercado à mesa pronta, e talvez até aprenda a se virar na cozinha ao longo do caminho.

A Jornada de Vivo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Netflix e a Sony Pictures Animation — estúdio que criou o vencedor do Oscar Homem-Aranha no Aranhaverso e o sucesso de crítica A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas — apresentam A Jornada de Vivo, uma aventura musical em animação com músicas inéditas do premiado Lin-Manuel Miranda, criador de Hamilton e Em um Bairro de Nova York. “A Jornada de Vivo” conta a história de um talentoso jupará (com voz de Miranda na dublagem em inglês) que passa os dias entretendo o público em uma praça de Havana, acompanhando o dono Andrés (Juan de Marcos, do Buena Vista Social Club). Apesar de não falarem a mesma língua, Vivo e Andrés se entendem através do amor pela música e formam a dupla perfeita. Um dia, Andrés recebe um convite para o último show da famosa Marta Sandoval (a lenda do pop latino Gloria Estefan, vencedora do Grammy) em Miami. Os dois já foram parceiros, e ela espera retomar o contato. Porém, uma grande tragédia atrapalha os planos de Andrés. Agora, Vivo precisa entregar uma mensagem a Marta: uma declaração de amor em forma de música, escrita pelo dono muito tempo atrás. Para conseguir chegar até Miami e cumprir essa missão, Vivo vai precisar da ajuda de Gabi (a estreante Ynairaly Simo), uma adolescente cheia de energia que adora tambores.

Com as vozes de Zoe Saldaña (Guardiões da Galáxia) como a mãe de Gabi, Rosa; Michael Rooker como o vilão Lutador; Brian Tyree Henry e Nicole Byer como duas aves azaradas; e Katie Lowes, Olivia Trujillo e Lidya Jewett como um trio de escoteiras bem-intencionadas, mas muito exageradas, “A Jornada de Vivo” é uma história inspiradora sobre coragem, amizade e a convicção de que a música é capaz de abrir caminhos para novos mundos.

O filme foi dirigido pelo indicado ao Oscar Kirk DeMicco (Os Croods) e Brandon Jeffords (Tá Chovendo Hambúrguer 2), com roteiro de Quiara Alegria Hudes (Em um Bairro de Nova York) e produção de Lisa Stewart (Monstros Vs. Alienígenas), Michelle Wong (Hotel Transilvânia 2) e do vencedor do Oscar Rich Moore (Zootopia: Essa Cidade é o Bicho). O diretor de fotografia vencedor do Oscar Roger Deakins (Blade Runner 2049) foi consultor visual. A composição e a produção musical executiva do filme ficaram por conta do vencedor do Tony e do Grammy Alex Lacamoire (O Rei do Show). Já a produção executiva foi feita por Miranda, pelo vencedor do Globo de Ouro Laurence Mark (Dreamgirls – Em Busca de um Sonho) e por Louis Koo Tin Lok (A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar