fbpx
Siga o Jornal de Brasília
Eixe-se com Docennete Eixe-se com Docennete

Eixe-se

Eixe-se com Docennete

Se você, assim como nós, é apaixonada(o) por um doce e nas festas de aniversário só consegue pensar no momento do “parabéns”, continue lendo que tem história boa (e extremamente delicioso, mesmo) pela frente!

Eixe-se

Publicado

em

PUBLICIDADE

Ionete Bazerra Crispim Miranda, mais conhecida como “Nete” tem 61 anos e nasceu em Fortaleza. Se mudou para Brasília na adolescência em busca de melhores condições de vida e, chegando aqui, teve muitas portas abertas. Conseguiu fazer um curso técnico e passou no concurso da Secretaria de Educação, onde trabalhou por mais de 30 anos. A aprovação no concurso deu a ela e sua família a oportunidade de realizar muitos sonhos. Contrariando as estatísticas, Nete entrou na faculdade de Gestão de Políticas Públicas aos 50 anos de idade, e se formou alguns anos depois.

Ionete Bazerra Crispim Miranda

Desde muito nova é apaixonada por gastronomia. Sua mãe não gostava muito de cozinhar, então desde cedo ela assumiu a cozinha de casa. E, como uma boa amante de doces, sempre teve encanto pela confeitaria. As festas de família sempre foram abastecidas com os seus doces, mas ela ainda não cobrava nada por isso. Quando foi chegando o momento de se aposentar, Ionete estava em busca de novos sonhos e metas, e foi então que, em março de 2018, surgiu a tão amada “Docennete”! Realizou e vive o sonho da confeitaria, onde pretende ficar até o fim da vida, deixando o mundo cada vez mais doce e gostoso!

Os produtos da Docennete são artesanais, e feitos sob encomenda. Muito por isso ela costuma dizer que nenhum “docennete” é igual, e sempre que pedir um produto dela passará por uma experiência completamente diferente (mas sempre maravilhosa). Além disso, ela procura fazer com que, ao consumir seus produtos, seus clientes tenham memórias afetivas, e se lembrem da infância, da família, do amor de mãe, fatores que Ionete e sua família valorizam muito. O público alvo compreende todos aqueles apaixonados por doces, e nós da Eixe-se estamos mais que incluídas!

Hoje Nete diz ser completamente apaixonada por seu trabalho, e está sempre se especializando para deixar o mundo cada vez mais doce e gostoso! E assim pretende continuar até o resto de sua vida!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É certo que consumir e apoiar pequenos produtores, além de incentivar o trabalho dessas pessoas, melhora a economia do país e estimula a criação de empregos. Também é importante ressaltar que muitas vezes os produtos/serviços de microempreendedores são mais acessíveis, dando oportunidade para que todas as classes tenham acesso a determinadas coisas que antes não tinham a oportunidade.” – Ionete Bezerra

Conheça outras histórias do Eixe-se




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade