Eixe-se

Eixe-se com Ana Magarelli

Hoje, contaremos a história da Ana Magarelli, uma ilustradora, cuja principal inspiração é a natureza.

Por Eixe-se 25/08/2020 4h19
Ana Magarelli Ana Magarelli

Em Brasília temos o privilégio de ter artistas locais de diversas áreas de atuação. Todos com uma história incrível por trás do seu trabalho. E pensando nisso, nós da Eixe-se nos encarregamos de contar essas histórias para que vocês possam conhecê-los melhor e se identificar com seus trabalhos.

Ana Magarelli tem 23 anos e é artista, desenhista, aquarelista, ilustradora, muralista, estudante de Arquitetura e Urbanismo e de Design Gráfico, e profissional de lettering. Trabalha com pinturas artísticas em paredes, lettering, aquarelas, retratos, personalização em objetos diversos, artes digitais, dentre outros produtos que sua imaginação permite criar.

A arte vem de berço para a artista, que sempre observou sua avó e tias maternas pintando e bordando. Sua mãe também era bordadeira e fazia tapeçarias incríveis, o que levou Ana a criar verdadeiro encanto pelo trabalho. Ainda criança, inventava e amava as aulas de desenho na escola. Com apenas 13 anos, fez sua primeira arte em parede, enquanto matava o tédio em casa, pintando suas paredes com batons e lápis de olho, para o desespero de sua mãe, que não sabia se brigava ou se elogiava o “serviço”. No final das contas, o trabalho ficou muito bonito e acabou ficando na parede por anos.

Na escola, Ana amava as matérias de artes e de biologia, pois eram as aulas em que podia desenhar plantas e animais sem levar bronca. Seus professores, em geral, sempre a apoiaram e elogiavam muito seus desenhos, em especial, seu professor de artes, Wagner Boa Morte, a quem a artista deve muito, pois além de passar todo o conhecimento, sempre a incentivou. E quando havia gincana era Ana quem fazia as artes da escola, tanto de cenários quanto de camisetas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais pra frente, decidiu que queria cursar Arquitetura e Urbanismo e, portanto, correu atrás de um curso preparatório para o vestibular e aprendeu muito sobre técnica, proporção e olhar, muito mais do que esperava. Após ingressar na faculdade, se envolveu no mundo do lettering e, em 2016, fez seu primeiro curso sobre o assunto e não parou mais. No mesmo ano, começou a vender quadrinhos para parentes e amigos.

Hoje, está se formando em Arquitetura e Design Gráfico e tem planos para crescer e continuar com sua carreira de artista. Ela se considera daquelas pessoas que tem muita sede de conhecimento, e por isso, não consegue ficar parada. Deseja sempre crescer profissionalmente e espiritualmente, e acredita que a arte a aproxima cada vez mais do seu objetivo.

Sua arte é um reflexo da junção da sua essência, do seu conhecimento com a história e essência dos seus clientes. Ao unir esses elementos, forma uma obra única, manual e autêntica. Ana tem muito orgulho de cada história que carrega em seus traços, de cada projeto, de cada cliente que conheceu, da sua trajetória e evolução, e é muito grata a todos pela oportunidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Empreender hoje em dia é um desafio, empreender no meio artístico é mais difícil ainda, temos muitos obstáculos pelo caminho, mas luto muito por um mercado justo e pela valorização de artistas locais na nossa cidade. Faço parte de muitos grupos de artistas locais, e sempre faço questão de ajudar todos que posso, pois é muito importante que saibamos nos valorizar e mostrar ao mundo nosso âmago por meio de traços, manchas e pinceladas.” – Ana Magarelli.

E você, já valorizou um artista local hoje? Dê uma conferida nos trabalhos de Ana Magarelli através de sua rede social, @anamagarelli.ilustra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por hoje, ficamos por aqui e nos encontramos na quinta-feira para mais uma história, dessa vez, de um microempresário local.






Você pode gostar