fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Vetos: a hora da verdade na CLDF

A apreciação dos vetos mais polêmicos, assinados pelo governador, é entendida na Câmara Legislativa como uma retaliação ao Executivo local

Lucas Valença

Publicado

em

PUBLICIDADE

A insatisfação parlamentar com o governo local, levará a Câmara Legislativa a apreciar e a derrubar alguns vetos feitos pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). Dentre os que estão na mira dos distritais estão os que tratam do chamado Desenvolve-DF (antigo Pró-DF). Formuladores do programa já temem a desconstrução do programa.

Ainda há vetos na gaveta que estão datados do meio do ano passado, mas os endereçados ao Desenvolve-DF, elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, devem “furar a fila”, como enfatizou um parlamentar, e podem vir a ser apreciados em plenário ainda nesta semana.

Segundo um dos elaboradores do texto original, a possível derrubada dos vetos ao projeto prejudica a finalidade do novo Pró-DF e abre caminho para interesses “nada republicanos”. “Um passo atrás muito grande. Na verdade, são vários passos atrás”, enfatizou uma fonte do alto escalão palaciano.

O desmonte do programa já foi visto nas edições passadas (Pró-DF I e II) e gerou impactos negativos ao Distrito Federal e uma forte vistoria dos órgãos de investigação e apreciação de contas do DF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A apreciação dos vetos mais polêmicos, assinados pelo governador, é entendida na Câmara Legislativa como uma retaliação ao Executivo local. Lembra esta coluna que, desde o fim do ano passado, distritais tem criticado a articulação do governo e acusado o Buriti de “descumprir os acordos”.

Para tentar conter o desgaste, o GDF tem feito uma reformulação dos quadros de servidores para contemplar indicações de parlamentares descontentes. A nomeação de Francisco de Assis para a Administração de Águas Claras, publicada ontem em uma edição extra do Diário Oficial, é reflexo das trocas e foi antecipada pela coluna.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade