Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

“Vale” do Biotic

Empresas selecionadas devem receber apoio financeiro e ter a “monitoria” de empresas experientes do setor correlacionado ao projeto

Publicado

em

Advertisements

Lucas Valença
lucas.valenca@grupojbr.com

O edital que deve trazer empresas de tecnologia para se instalarem no Biotic já está pronto na secretaria de Projetos Especiais, comandado por Everardo Gueiros (foto), e deve selecionar 15 empresas do ramo. Dentro de 15 dias, um conselho de avaliação deve ser criado para avaliar as melhores startups de todo o país. As selecionadas devem receber apoio financeiro e ter a “monitoria” de empresas experientes do setor correlacionado ao projeto.

Pendência de nomes

Os nomes que devem compor o conselho de avaliação ainda não foram definidos. Também não há a informação exata de quantos membros comporão o colegiado. No Buriti, no entanto, existe a informação de que o número está em vias de ser concluído e os nomes devem ser divulgados em breve.

Cortesia parlamentar

O coeficiente parlamentar para a composição da CPI do Feminicídio já foi definido pela Câmara Legislativa e os partidos devem indicar os 10 nomes (5 permanentes e 5 suplentes) para a comissão. Há uma articulação para garantir os dois autores do pedido na composição. O líder da minoria, distrital Fábio Felix (Psol) já conta com uma vaga. Já a distrital Arlete Sampaio (PT) deve receber a cadeira destinada ao MDB local. O gesto seria uma cortesia do presidente da CLDF, Rafael Prudente.

“Luz” Nascente

Há um pedido da nova administração do Sol Nascente para a instalação de um sistema adequado de iluminação na região. Mas a CEB mantém uma postura de cautela e deve esperar o término do plano de urbanização da cidade. O mapeamento da rede de iluminação deve condizer com a definição prévia dos lotes e entradas do local. A prudência demonstra ser o caminho mais adequado e pode evitar situações atípicas no futuro.

Situações…

Uma confusão do cerimonial aconteceu ontem em cerimônia no Buriti ontem. O cerimonialista se antecipou e chamou as autoridades para compor à frente, sem que parte estivesse presente. As cadeiras ficaram vazias enquanto não chegaram o secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros; o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa; e o governador Ibaneis Rocha (MDB). Uma música ao fundo procurou distrair.

…inusitadas

Não é a primeira vez que acontecem situações inusitadas nessas cerimônias. Em um outro evento, a descortesia atingiu a distrital Jaqueline Silva (PTB). Ela havia chegado atrasada à posse do colega Iolando Almeida em sua posse na secretaria da Pessoa com Deficiência, e uma das organizadoras disparou: “Isso que dá a pessoa chegar atrasada”. É difícil imaginar que tais problemas tenham ocorrido por ordens superiores. Mas os detalhes marcam a política.

Convívio civilizado

Julia Lucy foto : Felipe Fontinele

O presidente da Associação dos Moradores de Águas Claras, Román Cuattrin, ficou na “mesa estendida” no evento organizado pela distrital Júlia Lucy (Novo/foto), que já foi mencionado por esta coluna. Cuattrin ocupava a primeira fila, em frente ao administrador da cidade, Ney Robsthon, mas os dois não trocaram olhares. Indiretas rolaram, mas mantiveram a compostura.

A conta chegou errada…

A cobrança da civilidade, no entanto, parece ter atingido a mediadora Júlia Lucy. A insatisfação fugiu da racionalidade e alguns não entenderam que a audiência era pública e que não cabia ali escolher lado na discussão.

Lembranças

O Senado Federal realiza na próxima sexta (27) uma sessão solene em memória do ex-governador Joaquim Roriz (foto). A homenagem de um ano da morte será comandada pelo senador Izalci Lucas (PSDB) e deve contar com as mais variadas autoridades políticas da cidade.


Você pode gostar
Publicidade