Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Do Alto da Torre

Rodovias em pauta

Foram apresentadas à CMO propostas do DNIT voltadas para obras em quatro vias de grande circulação: BR 070, BR 080, BR 020 e BR 251

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

O governador Ibaneis Rocha se reuniu no Congresso, na noite de quarta-feira (24), com a presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) (foto), o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, e secretários do GDF para discutir investimentos com vistas à recuperação e melhoria de rodovias que cruzam o DF.

Emendas – Foram apresentadas à CMO propostas do DNIT voltadas para obras em quatro vias de grande circulação: BR 070, BR 080, BR 020 e BR 251. Ao todo são necessários R$ 225 milhões a mais em emendas parlamentares para que tais obras possam ser executadas em sua totalidade.

Na Fecomércio

A Fecomércio-DF escolherá na próxima semana o seu novo presidente, em substituição a Francisco Maia, falecido na última semana, vítima de covid. São candidatos o presidente do Sindipel-DF, José Aparecido da Costa Freire, e o presidente do Secovi-DF, Ovídio Maia Filho.

Sem apoio – O primeiro vice-presidente da CNC, Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante, afirmou que o órgão não fará nenhum tipo de apoio aos que estão na disputa. “A CNC não apoia nenhum candidato, apenas fiscaliza as eleições”, declarou. As eleições ocorrem no dia 5 de março. A posse será no dia 17 do mesmo mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Próxima semana

Uma estratégia entre os líderes da Câmara adiou para a próxima semana a instalação das comissões técnicas da Casa, o que deixou em compasso de espera a definição sobre a ida da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) para a presidência da CCJ, cuja indicação divide vários deputados.

No plenário – A estratégia teve como objetivo dar ritmo célere à proposta que muda as regras sobre prisão de deputados, a “PEC da imunidade”. Como a CCJ ainda não está funcionando, a relatora da matéria pôde ler seu parecer direto do plenário, o que permitiu a votação com maior rapidez.

Aguardo – Já Bia Kicis, bem ao seu estilo, tem divulgado pelas redes sociais os motivos da demora. Ela também tem buscado apoios no Palácio do Planalto e entre entidades da sociedade civil para fortalecer seu nome à frente do colegiado, mas sua situação é considerada uma incógnita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Contrária

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF), que é contra a PEC da imunidade, reclamou do teor da matéria durante sua votação e acusou os colegas favoráveis ao texto de má fé em relação ao tema. “Estão atropelando ritos que foram construídos pelo próprio Legislativo para tentar, de forma rápida, açodada, sem qualquer discussão com a sociedade, estabelecer condições diferenciadas aos parlamentares”, disse ela.

Prestigiado

A posse do novo ministro da Cidadania do Governo Bolsonaro, João Roma, foi prestigiada por vários integrantes do GDF. Roma é deputado federal pela Bahia, onde foi secretário estadual, mas nasceu em Pernambuco e continua mantendo raízes fortes com a terra natal.

Décadas – Além do governador Ibaneis Rocha e da primeira-dama Mayara Noronha, também estiveram na solenidade o secretário de Projetos Especiais do DF, Roberto Andrade (que também é pernambucano) e o sub-secretário da mesma pasta, Bruno Alvim. Andrade é mantém décadas de amizade com o novo ministro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na comissão

O senador Reguffe (Podemos-DF) é o novo presidente da Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado. Ele passa a ser o terceiro parlamentar do DF no comando das comissões técnicas do Congresso – ao lado da senadora Leila Barros (PSB) e da deputada Flávia Arruda (PL).

Audiências – Bem ao seu estilo, ele mal assumiu e já definiu prioridades. Vai realizar duas audiências públicas nas próximas semanas. A primeira, para discutir o preço dos combustíveis com a ANP, Petrobrás, Cade e Secretaria de Defesa do Consumidor. A segunda, para debater os preços abusivos dos planos de saúde com a ANS e operadoras.

Uso do solo

A Comissão de Assuntos Fundiários (CAF) da CLDF convidou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira, para uma reunião no próximo dia 3, para que os deputados possam discutir com ele projetos do Executivo voltados ao solo do DF.

Alinhamento – “Esse é um alinhamento importantíssimo para todas as frentes, ou seja, tanto o Legislativo quanto o Executivo”, afirmou o presidente da CAF, deputado distrital Cláudio Abrantes (PDT). Segundo ele, “quem ganha mesmo é a população do DF, uma vez que os dois poderes estarão frente a frente para um momento esclarecedor”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luos e PDOT – Um dos projetos que mais têm gerado expectativa é o da revisão da Luos, que tramita na comissão. Outras proposições a serem discutidas no encontro são a regularização de terrenos históricos e clubes, a chamada “Lei dos Puxadinhos”, o projeto do Setor Comercial Sul (com a inclusão de moradias nessa área), o PDOT e o PPCUB.






Você pode gostar