Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Menos PV e PT, mais PSOL

Os distritais do PT apoiaram o relatório, inclusive aprovando destaque que dele retirava o general Gonçalves Dias, amigo do presidente Lula

Por Eduardo Brito 30/11/2023 8h30
Foto: Reprodução

Candidato a governador pela federação PT-PV-PCdoB,o ex-distrital Leandro Grass deu apoio à posição assumida pelo antigo colega Fábio Félix, do PSOL, na CPI dos atos antidemocráticos da Câmara Legislativa.

Os distritais do PT apoiaram o relatório, inclusive aprovando destaque que dele retirava o general Gonçalves Dias, amigo do presidente Lula. Mas Fábio Félix se opôs ao texto oficial, votou contra ele (perdeu por 6 a um) e apresentou um relatório paralelo, contestando tudo.

Grass apoiou a posição do distrital do PSOL, que acusou os demais de “tergiversar” ao aprovar o relatório oficial. Reproduziu, inclusive, as acusações de Fábio Félix, para quem “não tem gritaria e teatro que apague os fatos: a tentativa de golpe contra as eleições de 2022 tem os dedos, as mãos e o corpo inteiro da extrema-direita brasileira”.






Você pode gostar