fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Afif: juntos chegaremos lá

Como assessor especial de Guedes, Afif continua na defesa das micro e pequenas empresas como o principal interlocutor deles junto ao Ministério da Economia

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Hylda Cavalcanti, Catarina Lima
(colaborou Cláudio Py)

O grande articulador do protagonismo do Fundo de Aval para a Micro e Pequenas Empresas -FAMPE – do Sebrae, como alternativa de garantia para o socorro das Micro e Pequenas empresas brasileiras foi Guilherme Afif Domingos (foto), hoje assessor especial do ministro da Economia, Paulo Guedes. Foi dele a ideia de ampliação do Fundo de aval do SEBRAE para esse socorro. Afifi continua na defesa das micro e pequenas empresas como o principal interlocutor deles junto ao Ministro Paulo Guedes e foi Presidente do Sebrae e grande parceiro de Valdir Oliveira, atual Superintendente do Sebrae-DF

Start Out

O novo coronavírus provocou o adiamento do programa Start Out, realizado pelos Ministérios da Economia, Relações Exteriores, com o Sebrae, a Apex a Anprotec. Normalmente, três vezes ao ano, 20 empresas start up são selecionadas para participar de um programa de imersão nos grandes pólos de inovação do mundo. Em abril, o programa previa uma viagem para Nova York. Que, em função da pandemia, está agora adiada. A previsão é que essa etapa agora aconteça nos dias 18 a 23 de outubro.

Não é uma gripezinha

Com raras exceções, os parlamentares distritais demonstraram estarrecimento com a atitude do presidente Jair Bolsonaro de ignorar as medidas de restrição e sair às ruas no último domingo (29) para apoiar a reabertura do comércio. A deputada Arlete Sampaio (PT) considerou lamentável a situação. “Essa é uma atitude irresponsável, tanto por parte de Bolsonaro, quanto por parte dos apoiadores desse governo que faz pouco caso de uma situação que é muito grave. O novo coronavírus não é uma gripezinha. O próprio Código Penal brasileiro prevê prisão para quem descumprir medidas sanitárias. É preciso tomar providências em relação a Bolsonaro”, destacou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Oposição  ao próprio governo

Já Leandro Grass (Rede) disse que Bolsonaro deu um “contra-testemunho”, ao ter um gesto que vai em oposição às recomendações do seu próprio governo, do próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Ele observou que é a primeira vez que vemos um presidente
Saúde coletiva

Robério Negreiros (PSD) ressaltou que entre a orientação do presidente da República e a de seu ministro da Saúde, fica com o último, “que defende a quarentena, justamente por seguir recomendações com base em estudos científicos e da Organização Mundial de Saúde (OMS)”.

Elogios a Ibaneis

Robério ainda elogiou as ações do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

“Aproveito para parabenizar as medidas sensatas que o governador Ibaneis Rocha vem decretando no DF, justamente por ouvir previamente sua equipe e pensando no bem estar da saúde coletiva da população”. Roberio Negreiros




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade