fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Acordo entre CEB e Terracap envolve terreno avaliado em R$ 319 milhões

A intenção será facilitar a captação de recursos, já que a alienação das terras menores acaba sendo mais simples. A previsão é de que a troca aconteça em fevereiro de 2020

Lucas Valença

Publicado

em

PUBLICIDADE

Avaliado em R$ 319 milhões, um dos terrenos mais valorosos da CEB, localizado no Noroeste, deve ser trocado com a Terracap por lotes menores, que na soma devem atingir um valor equivalente. A intenção será facilitar a captação de recursos, já que a alienação das terras menores acaba sendo mais simples. A previsão é de que a troca aconteça em fevereiro de 2020.

Captação de recursos

Por mais que a companhia energética tenha tido uma melhora fiscal neste ano, entrando no azul, ainda precisa captar cerca de R$ 200 milhões para melhorar as condições de sustentabilidade financeira da empresa e afastar o risco de o GDF perder a concessão para a Aneel.

Novas operações

Para ajudar nas contas, a CEB também deve implantar medidores de energia na nova RA de Arniqueira a partir da próxima semana. Com todos as instalações feitas, a expectativa é de que a companhia arrecade no local uma receita de R$ 2 milhões mensais.

Paz momentânea

Os representantes do Sindicato dos Urbanitários (STIU-DF) e a direção da CEB encerraram o processo de mediação no Tribunal Regional do Trabalho ontem com a aprovação do novo Acordo Coletivo de Trabalho que reduziu praticamente todos os benefícios, incorporados à folha de pessoal, pela metade.

Pé no acelerador

Nem bem sancionado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), o IGES-DF já lançou um “ato convocatório” para selecionar as empresas que devem construir as sete novas UPAs prometidas. Em outubro, o MPDFT chegou a questionar a construção das unidades pelo instituto alegando “ausência de lei”. Com a nova norma, a irregularidade parece ter sido sanada, se avaliarmos os argumentos
utilizados pelo órgão acusatório à época.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mágoas históricas

Exonerado do GDF ontem, o então secretário de Cultura, Adão Cândido, foi pego desprevenido pelo Diário Oficial. Cândido chega hoje de viagem a Porto Alegre, onde aproveitou a formatura da filha. Lembra a coluna que a história remete a outras demissões em viagem de autoridades políticas do DF que não acabaram bem.

Produção S

Com 47 anos de existência, o Sebrae-DF apresentou o melhor resultado histórico. Ao todo, o número de atendimentos às micro e pequenas empresas ultrapassou o antigo recorde de 73 mil apoios prestados. Ao todo, foram mais de 78 mil atendimentos e 56 mil horas de consultorias oferecidas. Ao mesmo tempo, o Sebrea-DF chegou a cortar 23% do custo com pessoal, boa parte substituída por avanço tecnológico.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade