Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Turbulência comercial

Os fluminenses criticam a licitação do terminal do Santos Dumont (SDU), no Centro do Rio – a joia da aviação comercial no estado

Por Leandro Mazzini 18/10/2021 7h33
View of the boarding area at the Galeao International airport in Rio de Janeiro, Brazil on April 13, 2021, amid the COVID-19 coronavirus pandemic. – More contagious, probably more severe, the “Brazilian” P1 variant remains unrecognized, but raises many concerns, which have prompted the French government to suspend their flights to Brazil until further notice. (Photo by MAURO PIMENTEL / AFP)

Uma crise aterrissou nas salas do ministro da Infraestrutura, Tarcício de Freitas, do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT) – que capitaneia grupo político-empresarial para tentar salvar o aeroporto internacional do Galeão (foto).

Os fluminenses criticam a licitação do terminal do Santos Dumont (SDU), no Centro do Rio – a joia da aviação comercial no estado. Além de esvaziar as rotas do Galeão – o grupo de Singapura vai devolver a concessão – o edital faz o SDU subsidiar os aeroportos de Montes Claros, Uberaba e Uberlândia (MG), o que poderia ser feito na licitação do Pampulha (BH) e não aconteceu.

Longe e caro

Há outra preocupação, a dos empresários exportadores do Rio. Com o esvaziamento do Galeão, eles receiam ter que operar no distante porto seco de Viracopos (SP).








Você pode gostar