Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

PT mira comando de Comissão em ano eleitoral

Por Leandro Mazzini 17/01/2022 10h56
Foto: Agência Brasil

A oposição, em especial o Partido dos Trabalhadores, arma estratégia para ganhar o comando da importante Comissão de Relações Exteriores da Câmara (CREDN) em ano eleitoral – hoje nas mãos do deputado Aécio Neves (PSDB), de saída. Os deputados petistas Arlindo Chinaglia e Carlos Zarattini, da forte bancada paulista, têm a missão para o levante verbal contra os bolsonaristas na sala e no Itamaraty. A ideia dos petistas é conquistar a CREDN e usá-la como uma vitrine internacional para o discurso eleitoral de Lula da Silva, enquanto o ex-chanceler Celso Amorim será convidado para vocalizar as ideias do chefe em audiências públicas na Casa.

Ex-presidentes da Câmara, Chinaglia e Aécio – cuja gestão foi apoiada pelo PT na Comissão – têm conversado muito sobre isso.

Amorim ganhou a tarefa, também, de fazer a ponte com a ala centro-esquerda do Ministério das Relações Exteriores. No projeto de poder do PT, a conquista da CREDN é crucial para fazer uma transição mais célere caso Lula seja eleito.








Você pode gostar