Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Hospitais fecham leitos de UTI em meio ao aumento de internações por Covid

Por Leandro Mazzini 13/01/2022 9h23
Foto: Reprodução/Agência Brasil

Na contramão do avanço das infecções e internações provocadas pela variante Ômicron do coronavírus, hospitais de capitais e municípios tiveram que fechar leitos de UTI após o encerramento dos contratos com o Ministério da Saúde no dia 31 de dezembro de 2021. Em Senador Canedo (GO), 20 unidades de terapia intensiva do Hospital das Clínicas (HC), administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) do Governo Federal, foram desativadas. Por falta de repasse de recursos da União, os leitos Covid-19 nas Santas Casas de Adamantina e Osvaldo Cruz, em São Paulo, também foram fechados em 1° de janeiro. 

No Hospital Bom Jesus, mantido pela Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (Hoesp), leitos de UTI Covid-19 Adulto também foram desativados na última semana.  E Pernambuco atingiu o maior número de pessoas com problemas respiratórios internadas em UTIs, em seis meses. 

Conforme recente boletim da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), ainda que não provoque muitos casos graves e fatais, a variante poderá “sobrecarregar o sistema de saúde, caso ele não esteja preparado para enfrentar este novo cenário”.








Você pode gostar