Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

“Parece que ainda não é real”, diz filho de Gugu sobre a morte do apresentador

O jovem se orgulha do pai por ter salvado 50 vidas mesmo após a morte

Por Analice Nicolau 27/11/2021 6h00
O jovem se orgulha do pai por ter salvado 50 vidas mesmo após a morte

Emocionado, mas mostrando bastante força, João Augusto Liberato falou na noite desta quinta-feira, 25, com Geraldo Luís em uma live no Instagram. O jovem disse que ainda sente muita falta do pai, Gugu Liberato, que morreu em novembro de 2019.


Se o Brasil ainda está chocado com a morte de Gugu, a família do apresentador parece estar mais ainda. João Augusto se emocionou ao falar sobre o pai e disse que sente a falta dele o tempo todo, pois os dois trocavam muitas mensagens e ligavam um para o outro o tempo todo.


“A morte do meu pai foi algo que ninguém imaginava, aconteceu tão rápido e estranho. Eu tive que encarar a morte muito cedo [com 18 anos, tive que aprender muitas coisas sobre a vida, foi muito difícil. Ainda é difícil, eu chego na casa dele e não vejo ele, parece que ainda não é real, é muito estranho. Meu pai adorava o trabalho dele e sempre viajava muito, mas ele sempre tentava passar o máximo de tempo com a gente [os filhos]. Lidar com isso ainda vai demorar muitos anos, acho que esse sentimento de estranheza por não ter ele aqui nunca vai passar”.


Mesmo triste com a morte do pai, o jovem afirma que o que o deixa feliz é saber que Gugu conseguiu salvar 50 vidas por meio da doação de órgãos. É por isso que ele e toda a família Liberato começaram as campanhas Gugu Vive e #50Vidas. “Acho muito importante as famílias respeitarem essa decisão da pessoa querer doar os órgãos porque vai salvar muitas pessoas e vai ajudar a família no processo de perda [luto]”, finalizou João.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar