Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Gloria Groove comemora sucesso de “A Queda” como a melhor estreia solo de carreira

A Música permanece como o vídeo mais visto no Youtube há 5 dias, desde o lançamento

Por Analice Nicolau 23/10/2021 9h00
A Música permanece como o vídeo mais visto no Youtube há 5 dias, desde o lançamento

Em “A Queda”, Gloria Groove chega com um dos clipes mais impactantes de sua carreira. Com tema forte da atualidade, a artista critica a cultura do cancelamento.

“Tive a ideia da letra no começo deste ano. Queria escrever uma canção sobre o quanto a sociedade pode ser cruel e sádica diante de um momento de vulnerabilidade de qualquer pessoa pública. Lembrei tantas vezes que já tinha visto Lady Gaga falando sobre isso nas eras The Fame/The Fame Monster, e pensei no quanto hoje eu entendo isso de outra forma e perspectiva. Fez todo sentido falar do ponto de vista de alguém que te convida pra assistir a própria queda, já que é isso que as pessoas buscam afinal”. A faixa é, novamente, acompanhada dos produtores e compositores Ruxell e Pablo Bispo.

Para a música, além de Lady Gaga, Gloria Groove se inspirou em “I Write Sins, Not Tragedies”, de Panic! At The Disco; “No Place Like Home”, de Todrick Hall; e “Believer”, de Imagine Dragons. O clipe de terror, dirigido por Felipe Sassi (o mesmo de “Bonekinha”), passeia por referências a Marilyn Manson, American Horror Story, filmes de Zé do Caixão e até a novela O Beijo do Vampiro. A cantora , que tem quase 2 milhões de inscritos no Youtube, dá vida a uma série de personagens no clipe de A Queda.  Para a surpresa do público, Gloria aparece na corda bamba e até no esgoto, deixando seus fãs boquiabertos vendo o “renascimento” da diva.

“O roteiro de Felipe Sassi mais uma vez vem para complementar e brindar a mensagem que a música carrega. Desde o nascimento da letra, já sabia que seria inevitável a presença da estética ‘circo dos horrores’, muito presente nas minhas referências e também nas dele. Cada cena do vídeo representa um tipo de conflito relacionado ao ódio: provocação, exposição, perseguição e linchamento. As diversas personas que encarno no vídeo também desempenham um papel importante, principalmente o nosso ‘mestre de cerimônias’ ou picadeiro, que representa no vídeo o próprio sadismo da fama. Foi icônico para mim gravar o meu primeiro clipe pop ‘de terror’. Fiquei feliz demais de sentir que estava gravando o meu Thriller ou o meu Disturbia”, comemora a drag queen, citando o clássico de Michael Jackson e o hit de Rihanna.

“A Queda” sucede “BONEKINHA”, primeiro single do álbum “Lady Leste”, lançado em junho que está no Top 200 do Sopify desde o lançamento. A canção dançante tem o clipe repleto de referências da adolescência da drag queen, nascida e criada na Vila Formosa (zona leste de São Paulo). Como uma das vozes mais importantes contra o preconceito, a artista lançou “BONEKINHA” no no Mês do Orgulho LGBTQIA+. Gloria promete mais hits cheios de ritmo e grandes performances em “Lady Leste”, álbum que exalta suas origens na região mais populosa de São Paulo e a arte drag queen, da qual a cantora é referência desde seu primeiro clipe, “Dona” (2016).

“Essa era nasceu da minha vontade de fazer música pop que me desse a sensação de estar novamente junto dos fãs e em cima dos palcos, ao mesmo tempo que conto a minha história de amor e poder com o lugar onde nasci e amadureci, a zona leste de São Paulo. É muito presente a fusão de estilos como o funk, o rock, o trap, o hip hop, o reggaeton que se transmutam em um pop cheio de atitude e irreverência. Os fãs podem esperar muito mais sons dançantes e visuais icônicos”, descreve.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar