Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Aniversário de Brasília

Brasiliense se veste de Catedral para homenagear a cidade

Por Arquivo Geral 21/04/2018 8h02
Cate BSB (Foto: Myke Sena)

Rafaella Panceri
[email protected]

O jeito de apreciar Brasília, para a personagem Cate (pronuncia-se “Catê), é se vestir de catedral. A roupa e a coroa temáticas chamam a atenção de crianças e, segundo ela, despertam olhares desconfiados nos adultos. “Mas eu me divirto assim”, rebate. Cate, como prefere ser chamada, é Roberta Ribeiro. É administradora, já foi professora e hoje tem uma programa semanal em uma rádio on-line. Como personagem, ela participa de ações solidárias em todo o DF.

A paixão pela catedral é antiga. Em entrevista ao JBr. em frente ao monumento, Roberta viaja no tempo. “Quando pequena, sempre vinha aqui passear com a minha mãe. Gostava de observar tudo e ficava impressionada com a arquitetura de Brasília”, relata. Anos depois, em 2009, ela precisou confeccionar uma fantasia e escolheu a Catedral. De fantasia, o traje se tornou homenagem quase uma década depois.

Cate BSB (Foto: Myke Sena)

Desde 2016, quando o projeto ficou mais sério, Cate vive uma metamorfose. Ela tem figurinos casuais, de gala, em diversas cores e padronagens, além de acessórios para combinar. O slogan da personagem é o único que segue intacto: “Por um mundo melhor”. Roberta menciona que sempre foi sensível às causas sociais. “Sempre participava do projeto das pessoas e decidi criar o meu próprio. Algo que me permitisse ajudar e divertir idosos, crianças, adultos. E me divertir! De cara limpa, a gente se diverte um pouco menos”, brinca.

Brasília, ao fazer aniversário, também precisa melhorar, na opinião de Cate. Anos de magistério dão o recado: “A cidade precisa de mais educação. Não só formal, mas entre as pessoas em si. Não é só a escola que te forma. A vida te forma. A gente precisa de pessoas que tenham bom senso”. Na cidade, faltam pessoas que respeitem a faixa de pedestres, que respeitem as filas, gente que não tire vantagem”. A busca por atitudes que demonstrem amor ao próximo não deve parar. “Deveria ser algo natural dentro de todos”, reflete.

Leia mais no especial sobre o aniversário de Brasília

Novos candangos: como os jovens brasilienses constroem o futuro de Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para mudar a alimentação do brasiliense, jovens empreendedores apostam nos orgânicos






Você pode gostar