Siga o Jornal de Brasília

Viva

Artista colombiano expõe reflexão entre a arte e a ciência

Publicado

em

Publicidade

”Com a minha obra, tento fazer com que as pessoas reflitam a posição delas na sociedade contemporânea”. É com essa frase que Gustavo Rincón Moreno, mais conhecido como Morenu, explica o tipo de mensagem que busca passar com o seu trabalho. Nascido na Colômbia e radicado em Brasília, ele descobriu ainda muito novo o talento para as artes plásticas. “Nasci pintando. Aprendi a desenhar antes de escrever”, afirma.

 

Suas obras podem ser conferidas na exposição Contrapontos: Diálogos entre a Figuração e Abstração, em cartaz no Espaço Cultural da Embaixada da Colômbia (Setor de Embaixadas Sul).

 

Além das telas, Morenu é também cirurgião plástico. E acredita que suas profissões estão interligadas: “Ser cirurgião implica ter sensibilidade. É uma área que une a ciência e a arte”. Após obter o diploma de Medicina em 1994, o colombiano prestou um ano de serviço social obrigatório na cidade de Puerto Assis, na Amazônia colombiana, onde teve contato com a cultura indígena. A experiência acabou influenciando as obras do pintor. “Absorvi muito as cores vibrantes das vestimentas dos índios e de como eles faziam as composições cromáticas”, explica.

 

Inspiração

Publicidade

 

Ao chegar ao País, o pintor estudou a arte do retrato por dois anos no Rio. Morando em Brasília desde 2007, ele mantém um ateliê no Sudoeste.

 

As obras de Morenu tem como inspiração o expressionismo. Dentro do movimento, o pintor acredita que é frequente ver obras com vários temas, mas com um mesmo estilo. E é isso que ele desenvolve em suas telas. “Trabalho com o figurativo e o abstrato, mas sempre fazendo uma reflexão, como a importância do ser humano inserido na paisagem”, finaliza.

 

Serviço

 

Exposição Contrapontos: Diálogos entre a Figuração e Abstração  

 

Até quinta-feira, no  Espaço Cultural da Embaixada da Colômbia (Setor de Embaixadas Sul). Visitação: das 10h às 18h. Informações: 3214-8900. Entrada franca. Classificação livre.


Você pode gostar
Publicidade