Siga o Jornal de Brasília

Viva

Cia de comédia G7 lançará curta-metragem

Dentro e fora dos palcos e dentro e fora do sets. A cia de comédia brasiliense G7 decidiu inovar ao cobiçar um lugar ao sol também nas telonas. Em breve, os fãs terão a chance de conferir os integrantes Bennetti Mendes, Felipe Gracindo, Frederico Braga e Rodolfo Cordón nas salas de cinemas com o lançamento de seu primeiro curta-metragem, Flat 1706. Assim que finalizado, o filme será divulgado na internet  e em festivais de cinema. 

A trama, dirigida por Johil Carvalho, gira em torno de um imigrante goiano que se perde no meio de tantas gírias, tesourinhas e balões ao chegar à capital federal. No elenco, além do grupo, está a atriz Adriana Nunes, integrante da companhia Os Melhores do Mundo e que participou do programa Zorra Total, com a personagem Juju. No filme, ela interpreta o papel da mãe deslumbrada que fica feliz ao ver o filho concursado na capital do País, residência da presidente Dilma Rousseff.

“É bacana porque é uma equipe unida e engraçada por si só. Na história, o imigrante fica desesperado em meio a solidão e, quando recorre a mãe, tudo que ela quer saber é se o rapaz já conheceu a presidente”, diverte-se o ator Rodolfo Cordón. Para dar vida ao imigrante Rodrigo, morador do flat 1706, ele criou trejeitos particulares para o “ser desorientado”.

Estereótipo

O sotaque bem puxado e o jeito ingênuo são marcas que o ator registra de forma escrachada no personagem. “É um goiano meio ingênuo, mas que não é burro. Rodrigofica perdido com palavras como ‘buraco do tatu’, ‘zebrinha’, ‘tesourinha’ etc. Além, claro, de estranhar a cidade em si, tão diferente de tudo que já viu”, explica.

Apesar de focar no humor, o curta debate sobre temas sérios, como a solidão e a loucura em meio a grandes centros urbanos. No emaranhado de pessoas e excesso de informações, Rodrigo chega até a imaginar (ou não) certas coisas: ele desconfia que há um homem (Felipe Gracindo) vivendo no armário do seu flat.  

“Ele vê que comeram um bolo que deixou em casa. Aí começa a procurar alguém com uma espada na mão.  Mas se esse homem existe mesmo ou é fruto da loucura do personagem não vamos contar. Vejam o filme”, fala, brincando.

Continuação ainda nos tablados

Além da produção cinematográfica, a companhia G7 estreou mais uma nova comédia quentíssima e para lá de engraçada. Eles estão em cartaz desde abril com a peça Como Passar em Concurso Público 2 – Nível Superior. A primeira temporada da montagem vai até o dia 21 de junho, sempre às sextas, às 21h30; aos sábados, às 19h e 21h30, e, aos domingos, às 20h30, no Teatro do colégio Maristão (615 Sul).  

O espetáculo dá continuação à saga Como Passar em Concurso Público, sucesso desde 2007 na cidade. No rumo da trama, o personagem José Brasil recomeça a estudar para conseguir o tão sonhado cargo no Congresso Nacional, desta vez em nível superior. Para alcançar sua meta, ele terá que mudar seu comportamento. Tem que deixar de frequentar festas e fazer o uso indiscriminado de cafeína. Além, é claro, de pedir ajuda na igreja. 

Sequência

“Ele já trabalhava no Executivo, mas com emprego em nível médio. Agora vai começar a saga para entrar para superior. Na peça, eu interpreto um centauro, um pastor, dentre outros personagens. É bacana porque em Brasília e no Brasil temos espaço e um público ávido por comédias” , destaca o ator Rodolfo Cordón. 

A Cia de Comédia G7 é fruto do encontro de quatros jovens, em agosto de 2001. Amantes do teatro e naturalmente expressivos, não havia dúvidas que a junção daria certo. Apesar do nome sugestivo,  que faz pensar que seriam sete integrantes, a companhia preferiu trabalhar com quatro.

“Afinal, conviver com um grupo por 13 anos é mais que um casamento. Já é difícil levar um casamento com um, com quatro, imagina com sete”, ironiza Cordón. 

A companhia soma no currículo espetáculos como Casais Felizes Emagrecem Juntos, Minha Casa Minha Dívida, Eu Odeio  Meu Chefe, Manual de Sobrevivência ao Casamento,  e os dois Como Passar em Concurso Público.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA