fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Timão virando timinho; Fla voando

Rubro-negro goleia Corinthians por 4 a 1 e derruba Carille. No jogo do Palmeiras, teve erro crasso do VAR

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
PUBLICIDADE

Olavo David Neto e Petronilo Oliveira
redacao@grupojbr.com

Mais uma rodada se passou e o Flamengo está cada vez mais próximo da taça do Brasileirão. Outro baile, dessa vez em cima do Corinthians. 4 a 1 do Rubro-Negro para cima do que, ontem, não pode ser chamado de Timão. Carille perdeu a mão com o elenco, e a fidelidade dos mais experientes parece não ser o bastante para equilibrar um plantel fraco e sem opções. Com o comandante navegando perto das rochas, quem sair do barco primeiro pode levar a melhor.

Timão virando timinho…

Após a derrota para o CSA na quarta-feira passada, Andres Sanchez, presidente do Corinthians, foi para a coletiva no lugar que deveria estar sentado o técnico Fábio Carille. Houve muita especulação de que o treinador seria demitido, mas o que o homem-forte do time paulista fez: jogou a culpa pelo mau momento da equipe nos jogadores. Foi estúpido, como de praxe, mas desta vez ele detonou quem joga no time dele, com salários atrasados, sem tanta estrutura. Parece até piada.

E o então treinador fez o mesmo…

Na sexta-feira, após “decidir” seguir no comando da comissão técnica do Corinthians, Carille fez o mesmo que seu “chefe”: jogou a culpa nos jogadores. Assim fica muito fácil. Por outro lado, ele pode perder a confiança dos jogadores, algo bastante perigoso para um treinador. A frase dele foi: “Vergonhoso, não parece um time treinado, parece que se junta no vestiário e vai para o jogo. Você passa informações e depois está na beira do campo e isso não é feito”. Você correria para alguém que te expõe desse jeito e tira o dele da reta? Deu no que deu. Foi demitido, conforme mostra a primeira nota da Entrelinhas. 

… Já as mulheres do Corinthians

Na noite segunda-feira da semana passada, as jogadoras do Corinthians tornaram-se bicampeãs da Libertadores e foram recebidas com festa no dia seguinte no aeroporto de Guarulhos. Elas venceram a Ferroviária, também de São Paulo. Parabéns às jogadoras e à evolução do futebol feminino no País.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro em crise

Durante a semana passada, a direção do Fluminense cogitou demitir Marcão após perder para o Ceará, no Castelão. Já passaram Fernando Diniz e Oswaldo de Oliveira e a culpa é do técnico? Os resultados são ruins porque o elenco é limitado, cheio de jogadores com futuro brilhante, porém em fase de aprendizado. E os mais rodados fazem o quê? Não correm, reclamam quando são barrados e/ou substituídos e nada muda. Tem tudo para ser rebaixado. Pois quem deixa o bicudo Nenê e o preguiçoso Paulo Henrique Ganso mandar não merece melhor sorte.

Jesus no comando

Com uma divindade no banco fica fácil. Jorge Jesus elevou o Fla a um nível de futebol celestial, e com certeza subiu o sarrafo no esporte brasileiro. A gana de marcar – ou simplesmente fazer aquilo que se espera de um bom time de futebol: gols – e não deixar o adversário jogar oferecem um verdadeiro banquete aos amantes da bola. Lembra muito os placares de outrora, quando vivíamos pelo famoso “perdido por dois, perdido por mil” e ninguém achava digno esperar no campo de defesa. O português, com palavras mansas e certa marra, prega e dá sermões sobre um estilo de jogo que por pouco não deixamos cair no esquecimento. Chegamos ao ponto de um europeu ensinar aos brasileiros o que é um belo futebol. Se você ainda não se encantou com os milagres flamenguistas, abra seu coração para Jesus. Palavra da salvação. 

Que piada esse VAR!

O Palmeiras jogou contra o Ceará nos embalos de um sábado à noite e quem foi que se destacou o árbitro de campo e os de vídeo. O lance, a olho nu, seria difícil de ser marcado, mas com esse investimento (é muito dinheiro para ter VAR nos jogos) e tecnologia não podiam ter anulado o legítimo gol cearense que deixaria o 1 x 1 no placar. Os árbitros de vídeo têm ajudado tanto o Palmeiras que o apelido do clube paulista já virou VARMEIRAS!

Foto: Reprodução/Twitter

Bem-vindos de volta!

Os meninos da canarinho venceram Angola por 3 a 0 na última rodada e garantiram a liderança e os 100% de aproveitamento no grupo A do Mundial Sub-17. Agora, a Seleção volta ao Gama para as oitavas de final contra o Chile, que venceu apenas o Haiti no grupo C e ficou atrás de França e Coreia do Sul. Os chilenos se classificaram como segundos melhores terceiros colocados do certame. Às 20h de quarta (6), os sul-americanos se enfrentam no Bezerrão, onde a amarelinha de Talles Magno marcou sete vezes em duas partidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O inglês voador

O que pode parar Lewis Hamilton? Ou melhor, quem pode parar Lewis Hamilton? Novo hexacampeão mundial de Fórmula 1, o inglês vem chegando mais perto da perfeição a cada temporada que disputa. Aos 34 anos (faz 35 em janeiro), o piloto da Mercedes conquistou cinco dos últimos seis títulos e está a apenas um de igualar o recorde de Michael Schumacher. No número de vitórias, Hamilton também vem se aproximando da marca do alemão. São apenas oito triunfos a menos, e no ano que vem a façanha de se tornar o mais vencedor piloto de todos os tempos na Fórmula 1 é uma grande possibilidade.

REUTERS/Edgar Su/File Photo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade