Menu
Torcida

Segundo dia de competições do Super Praia conta com torcida empolgada

Arquivo Geral

27/04/2018 22h00

Foto: CBV/Divulgação

Gabriel Lima
[email protected]

No segundo dia de competições, a arena do Super Praia contou com a participação de torcedores empolgados. Com um público superior ao que esteve presente na estreia da competição, foram definidas nesta sexta (27), as quartas de finais da categoria masculina e as quatro duplas que formam as semifinais e lutam pelo título feminino.

Das 16 participantes, apenas quatro continuam a caminhada rumo à medalha de ouro. As líderes do ranking nacional e atuais campeã do circuito brasileiro, Maria Elisa e Carol, foram eliminadas do torneio.

Quem avançou para a semifinal foi a bicampeã do Super Praia, em 2015 e 2016, Bárbara Seixas. “Não tem muito segredo, é trabalhar e treinar muito. Agora tem a semifinal e vamos fazer de tudo para chegar nessa final. É muito estudo, temos que entrar focadas no nosso jogo”, pontuou.

Nas olimpíadas do Rio 2016, a atleta ganhou a medalha de prata. Para se classificar para Tóquio, ela buscou se reinventar após formar dupla com Fernanda Berti. “Ela é uma jogadora completamente diferente, muito especial e tem estimulado muitas coisas boas em mim”, completou a atleta.

As semifinais ficaram definidas da seguinte forma:

– Às 10h40, Barbara Seixas/Fernanda Berti x Taiana/Carol Horta;
– Às 11h30, Tainá/Victória x Josi/Lili

Na disputa masculina, nomes conhecidos como Alison e Bruno Schmidt, medalhistas de ouro nas Olimpíadas Rio 2016, e Ricardo, o primeiro brasileiro a subir ao lugar mais alto do pódio na Olimpíada de Atenas (2004).

Desde o início das competições do Super Praia, em 2014, apenas Alison e Bruno Schmidt subiram ao lugar mais alto do pódio. Para o Mamute, essa é uma responsabilidade grande. “Sabemos das dificuldades, todas as dezesseis duplas tem capacidade e força para chegar às finais e ganhar esse título, mas a gente vai fazer jogo a jogo, ir evoluindo, esse é o nosso segredo”, afirmou.

Já Bruno Schmidt, que, em 2015 e 2016, foi eleito o melhor jogador do mundo pela Federação Internacional de Voleibol, é natural de Brasília e fez questão de agradecer o carinho demonstrado pelos torcedores que compareceram à arena. “Jogar em casa é legal demais, tem que controlar a emoção, mas é muito bom, tem rostos conhecidos, que me acompanharam no início da carreira”, concluiu o atleta, que ainda foi considerado o esportista do ano em 2016.

Na categoria masculina, quatro duplas já se garantiram nas quartas de final. São elas, Léo Vieira/Jô; Alison/Bruno Schmidt; Álvaro Filho/Saymon e André/Evandro.

Não perca

Neste sábado (28), os torcedores podem acompanhar as partidas finais do torneio feminino, com as semifinais e as disputas do título e do bronze, que começam a partir das 17h30.

Do lado masculino, serão disputadas as repescagens, com os segundos e os terceiros de cada grupo, assim como as quartas de final e a semifinal, que começará a ser disputada a partir das 15h30.

Quem quiser acompanhar as fases derradeiras do torneio, é só comparecer no estacionamento do Estádio Mané Garrincha. A entrada é gratuita.

Confira a tabela completa e a programação do terceiro dia do evento no site oficial da Confederação Brasileira de Voleibol.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado