fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Samambaia conta com técnico que levou Togo à Copa de 2006

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Gabriel Lima

[email protected]

 

O Jbr se prepara para o pontapé inicial do Candangão 2018. Com início marcado para 20 de janeiro, a 60ª edição do torneio reúne 12 times na briga pelo título. Uma das equipes na disputa é o Samambaia, cujo atual treinador Antônio Dumas tem, no currículo, o inusitado feito de ter classificado a seleção de Togo para a Copa do Mundo na Alemanha, em 2006.

“A presença dele é importante até mesmo para a gente poder profissionalizar, de vez, o futebol do Samambaia. Essa pessoas que já trabalharam fora, que sabem como é um clube por dentro e por fora, tem muito a nos ajudar”, enaltece o presidente, Neimar Frota. Mesmo com o bom futebol apresentado no vice-campeonato da Segunda Divisão local em 2017, ele mostra humildade ao reconhecer que o objetivo este ano é se manter na elite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu não posso pensar em ser campeão do Candangão se primeiro nós não nos livrarmos do risco do rebaixamento. Então é passo a passo. O nosso segundo objetivo é classificar a equipe para a segunda fase e, por fim, garantir uma vaga para a Copa do Brasil”, projeta, cauteloso.

Divulgação/SamambaiaFutebolClube

 

Poder coletivo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem estrelas no elenco, o Samambaia conta com a força do grupo para não fazer feio no campeonato. Ciente das limitações de sua equipe, o técnico Antônio Dumas sabe que as dificuldade para o Samambaia se apresentarão ao longo da caminhada. “Nós temos que estar preparados e sermos inteligentes. Nós sabemos que vamos enfrentar um campeonato bem disputado. Tudo vai depender da nossa preparação e do nosso empenho”, generaliza.

Dumas, de 61 anos, chega ao Distrito Federal após rodar por times do nordeste do País e acumular passagens por seleções internacionais, como Gabão, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Togo. E foi quando era técnico desta última, em 2006, que o paulista de Santo André conquistou o seu maior feito no futebol: ajudou a classificar o time para sua primeira, e até o momento única, Copa do Mundo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar de ter sido substituído pelo alemão Otto Pfister as vésperas do torneio disputado na Alemanha, o treinador teve a chance de comandar o astro Emmanuel Adebayor, ex-atacante do Real Madrid (ESP) e Arsenal (ING), dentre outros, no ataque do time africano.

Preparação

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

A pré-temporada do Samambaia, que volta à Primeira Divisão do Candangão após 20 anos, acontece em Urucuia, no interior de Minas Gerais. O Cobra Cipó, como é apelidado por sua torcida, faz um último amistoso contra o Patrocinense (MG), na próxima sexta-feira, antes da estreia, em 20 de janeiro, diante do Paracatu, no estádio Frei Norberto.

“Nossas armas são todos os jogadores. Em uma guerra, todos os soldados precisam saber lutar”, filosofa Neimar Frota. “Temos que tirar o máximo possível da nossa equipe. Estamos trabalhando forte e, dentro do nosso planejamento, vamos, aos poucos, batendo as metas”, completa. Para ele, o Samambaia perder na segunda rodada, contra o favorito Brasiliense, é normal, mas a equipe precisa acumular pontos contra os times menores, como o Paracatu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O campeão e o vice do Candangão ficarão com as vagas na Copa do Brasil e na Série D de 2019, enquanto o terceiro e quarto colocados vão para a Copa Verde. Para quem for assistir aos jogos no estádio terá que desembolsar entre R$ 1 a R$ 50 – os preços serão definidos pelo clube mandante.

 

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade