Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Para treinador do CSA, cansaço foi o culpado pela derrota

Marcelo Cabo reclamou do pouco tempo de recuperação: ‘Você tem que estar além do seu limite para competir com um Flamengo’

Publicado

em

Publicidade

Ana Karolline Rodrigues
ana.rodrigues@grupojbr.com

Após a última partida antes da parada para a Copa América, o CSA se mantém na zona de rebaixamento ao perder por 2×0 para o Flamengo no Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira (12), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a derrota em seu primeiro jogo no estádio brasiliense, o time alagoano permanece na 19° posição da tabela, com apenas 6 pontos, ficando à frente apenas do Avaí, com 4. Para o técnico do alagoano, Marcelo Cabo, o CSA fez “um bom jogo”, mas o cansaço dos jogadores influenciou na derrota.

“A gente jogou um jogo no domingo muito desgastante, 72 horas antes. Viajamos na segunda-feira. A gente fez todo o protocolo, mas o desgaste do jogo é grande quando você joga contra uma grande equipe. Então, você tem que estar além do seu limite para competir com um Flamengo. E alguns jogadores, depois de 20 minutos, sentiram o efeito da partida, tanto que o Apodi pediu para sair”, afirmou.

“Aí, claro que com certeza a intensidade da equipe cai e a produtividade da equipe subsequente também cai”, completou o técnico do Azulão.

“O Flamengo tem uma bola parada muito competente e a gente conseguiu bloquear essa bola parada do Flamengo com muito treinamento, que a gente treinou ontem, estudou, principalmente as bolas que são alçadas por Rodrigo Caio, a gente conseguiu bloquear todas. Foi mais mérito do Flamengo o gol do escanteio do que falha nossa”, disse o treinador.

O CSA foi o primeiro clube do Brasil a ter três acessos nacionais seguidos após se classificar para a Série A do Brasileirão no ano passado. O Azulão foi vice-campeão da Série D em 2016, campeão da Série C, em 2017, e vice novamente da Série B, em 2018. De volta à Série A do campeonato após 31 anos, o clube alagoano agora tem dificuldades para se manter na primeira divisão.


Você pode gostar
Publicidade