Menu
Torcida

Palmeiras e Santos vivem semana de problemas e técnicos buscam soluções

O Santos não jogou no meio da semana. Fora da Copa do brasil e da Libertadores o calendário santista só tem o Estadual e a Série B neste ano

Redação Jornal de Brasília

07/04/2024 11h11

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Após navegarem por uma semana de mistérios, Santos e Palmeiras trabalharam para ter força máxima na decisão do título paulista na tarde deste domingo (7), no Allianz Parque. Mas há dúvidas.

Abel iniciou o mistério já após o primeiro jogo da final ao projetar o duelo da Libertadores no meio da semana. O treinador não cravou sua estratégia e afirmou que iria analisar se trocaria “todos, alguns ou não trocaria”.

“Decidimos que só tomaríamos essa decisão depois desse jogo [contra o Santos]. Vocês viram o jogo que eu vi. Estamos falando de jogadores que vieram da seleção e não dormiram. Endrick teve problema no último jogo, Veiga também. Murilo veio da seleção, não jogou. Isso tem coisas boas e ruins. Vamos analisar o jogo de hoje e ver se eu troco todos, alguns, não troco…”, afirmou Abel.

Contra o San Lorenzo (ARG), sete titulares nem viajaram para a Argentina. Endrick e Raphael Veiga, citados nominalmente, estão entre os que ficaram no Brasil e não jogaram na estreia da Libertadores.

Abel escalou um time só com reservas. No decorrer do jogo o treinador colocou em campo Aníbal Moreno, Piquerez e Flaco López, três titulares na final de domingo passado.

Endrick e Veiga estarão melhor que no primeiro jogo. O camisa 9 teve tempo para se recuperar do trauma que sofreu no jogo contra a Espanha, duas semanas atrás e que o fez jogar com dores na semifinal e na primeira partida da decisão. Já Veiga, criticado pelo desempenho no primeiro jogo, teve que jogar a final apenas três dias depois de ter tido o problema misterioso citado por Abel. Agora ele teve a semana toda para se recuperar.

TITULAR FORA

O Santos não jogou no meio da semana. Fora da Copa do brasil e da Libertadores o calendário santista só tem o Estadual e a Série B neste ano.

Julio Furch pode ser a principal baixa da decisão. O argentino se machucou no primeiro jogo e teve que ser substituído. Ele fez tratamento em dois períodos todos os dias desde a primeira final para se recuperar a tempo.

Furch não treinou com o grupo durante a semana. Ainda assim carille pondera se o escala ‘no sacrifício’.

A tendência é que Alfredo Morelos saia jogando, com Furch sendo preservado para a segunda etapa. O colombiano vive temporada de altos e baixos, mas já marcou gol em clássico neste ano.

Caso Furch não tenha condições de iniciar jogando, Alfredo Morelos será o escolhido de Fábio Carille. O colombiano vive uma temporada de altos e baixos.

Confira as escalações:

Palmeiras: Wéverton, Marcos Rocha, Luan e Murilo; Mayke, Aníbal Moreno, Zé Rafael, Veiga e Piquerez; Endrick e Flaco López. Técnico: Abel Ferreira

Santos: João Paulo, Aderlan, Joaquim, Gil e Felipe Jonatan; João Schmidt e Diego Pituca; Otero, Giuliano e Guilherme; Morelos. Técnico: Fábio Carille

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado