fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Nordestão; garotos “divididos”; punição ao Bruno Silva

Confira os destaques da última semana na coluna Entrelinhas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Por Olavo David Neto e Petronilo Oliveira
redacao@grupojbr.com

O maior do primeiro semestre

Começou no fim de semana retrasado, a maior competição do futebol brasileiro na primeira metade do ano. Ao contrário dos anos anteriores, a Copa do Nordeste, que contava com quatro grupos de quatro equipes, nesta edição temos apenas duas chaves de oito times. As agremiações do grupo “A” enfrentam os clubes do “B” em turno único. A nova fórmula foi aprovada ainda no ano passado, obviamente, e carrega esperanças dos dirigentes de aumentar ainda mais a atratividade e os públicos da “Lampions League”.

A Copa dos clássicos

A primeira rodada do Nordestão se limitou a alguns duelos interestaduais. Já neste sábado, porém, começaram os clássicos, e logo com um de série A. Ceará e Fortaleza, apesar do por 1 x 1, fizeram um jogo intenso – e com grandes erros no apito. No domingo (2.2), em Natal, o ABC dominou o América e bateu o rival por 2 x 1, o segundo Clássico-Rei vencido pelo Mais Querido potiguar em apenas doze dias. A derrota rubra levou à demissão de Waguinho Dias. Isso mesmo. No segundo mês do ano, o Dragão demitiu o treinador.

Horizonte promete

No próximo sábado (8), nada mais, nada menos que um Ba-Vi abre a terceira rodada, na Fonte Nova, às 18h. No mesmo horário, os tricolores Fortaleza e Santa Cruz medem forças no Castelão, enquanto ABC e Ceará se enfrentam às 20h na Arena das Dunas, em Natal. O outro clássico estadual terá lugar em Maceió, no Rei Pelé, onde CRB e CSA se enfrentam às 18h do domingo (9).

Vai pegar fogo

Invicta, dona de um futebol encantador, principalmente no setor ofensivo, inclusive quando os reservas entram, a Seleção Brasileira Sub-23, que disputa o Pré-Olímpico inicia hoje o quadrangular final da competição contra a anfitriã Colômbia. Argentina e Uruguai são os outros que brigam pela vaga nos Jogos de Tóquio. Porém, além de fazer bonito na importante competição, é impressionante como os garotos mantém o foco, mesmo em negociações milionárias fora da Seleção.

Muita cabeça e muita grana

Reinier foi o primeiro. Antes mesmo de o torneio começar, ele acertou com o Real Madrid, tanto que ficou um pouco para trás no grupo, pois adiou sua chegada à Colômbia para realizar exames médicos na Granja Comary, onde a Seleção do técnico André Jardine se preparou. O meia-atacante de apenas 18 anos foi vendido pelo Flamengo ao Real Madrid por 30 milhões de euros, cerca de R$ 139 milhões. Além dele, o bom atacante Matheus Cunha, até então, um desconhecido no Brasil, mudou de ares na Alemanha. Ele trocou o RB Leipzig pelo Hertha Berlin por cerca de R$ 93 milhões. O volante e cérebro da equipe, Bruno Guimarães, foi vendido pelo Athletico-PR para o Lyon, da França, por R$ 93 milhões. Dentro do Brasil, o goleiro Cleiton foi para o Bragantino, deixando o Atlético-MG por R$ 25 milhões. Caio Henrique segue sendo jogador do Atlético de Madrid, mas não segue emprestado ao Fluminense. Agora, é do Grêmio.

Bateram na trave

Corinthians quer receber R$ 93 milhões para negociar Pedrinho com o Benfica, de Portugal. Os presidentes dos dois clubes se reuniram. A janela já fechou, mas o atleta do Timão só iria no meio do ano mesmo, então, ele segue em negociaçõese tendo que manter o foco. Assim como Pedrinho, está seu rival de clube e parceiro de Seleção, Antony, do São Paulo. O Ajax ofereceu ao Tricolor um “pacote” de 25 milhões de euros (cerca de R$ 117 milhões), sendo 20 milhões de euros (R$ 94 milhões) pagos imediatamente e mais 5 milhões de euros (R$ 23,5 milhões) por desempenho esportivo de Antony. O jogador de 19 anos vive a ansiedade de acertar com o clube do Velho Mundo a qualquer momento.

Já no Candangão…

Quatro times lideram com duas vitórias, com o Real Brasília na liderança, devido ao saldo de gols. Gama, Capital e Luziânia também venceram seus dois jogos nesta semana. A decepção ficou por conta do Brasiliense, time de maior investimento, que ficou no 1 x 1 com o Taguatinga, mas quase perde o jogo. Já no fim da partida, Zé Love deixou tudo igual. Gama vem empolgando sua numerosa torcida com belíssimas atuações. E hoje estariam rebaixados os tradicionais Sobradinho e Ceilândia.

Foto: Gabriel L. Mesquita/SE Gama

Que pegue um gancho pesado!

O Avaí venceu o Figueirense por 2 x 0, fora de casa. Mas a boa vitória no clássico ficou manchada por um “jogador de futebol” chamado Bruno Silva. Sempre foi encrequeiro, gosta de uma confusão, mas desta vez ele ultrapassou o limite. Seu time vencia o jogo, quando ele provocou a torcida do Figueira. Um torcedor pulou a grade para ir atrás, mas o goleiro reserva impediu e o derrubou no chão. E sabe o que Bruno fez? Tentou dar um chute na cabeça do torcedor já caído, mas acertou o próprio companheiro de clube. Que pegue uma punição exemplar!


Leia também
Publicidade