fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Meia afirma que grupo não se incomodou com débitos quitados de Pedro

A manobra feita pela diretoria do Fluminense evitou que o jogador se transferisse para o Flamengo. Restante do elenco continua com débitos em aberto

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Depois de perder Henrique Dourado na Justiça, e ver o atacante vestir a camisa rubro-negra do arquirrival, a diretoria do Fluminense quitou, na segunda-feira (01/07), os salários atrasados do atacante Pedro.

Até o mês passado, ele os outros jogadores do elenco estavam há dois meses sem receber, e ainda não sinalizou a regularização dos débitos com o restante do grupo. O fato, porém, não gerou incômodos nos companheiros de Pedro, segundo o meia Daniel. Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (02/07), o jogador afirmou que não houve um comunicado oficial em relação ao assunto, mas assegurou que o grupo entende a atitude.

“Essa não é uma informação que nos foi passada através da diretoria. Saiu na imprensa. Se for verdade mesmo, o grupo entende. Normal. Temos de seguir com a cabeça boa, nos preocupar em treinar, jogar e ganhar os jogos. Essa parte quem tem de resolver é a diretoria.”

Pedro recebeu uma proposta do Flamengo, mas o Fluminense garantiu que o jogador só deixa as Laranjeiras para um rival caso fosse pago o valor da multa rescisória – 50 milhões de euros, cerca de R$ 220 milhões.O Flamengo demonstrou intenção de oferecer quantias mais altas, mas o Tricolor se manteve arredio, e o clube da Gávea desistiu da negociação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade