fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Jesus maior que Messi

Gabriel e Roberto Firmino decretam o adeus argentino da Copa América no Mineirão

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Mesmo que Brasil e Argentina seja um clássico muito disputado, o futebol dos hermanos na Copa América não esteve a altura do que é o embate entre as seleções. Com isso, a seleção brasileira confirmou o favoritismo na semifinal da competição intercontinental ao vencer os argentinos por 2 a 0, na noite desta terça-feira (02/07), no Mineirão.

Depois de começar a Copa América de maneira arrastada, a equipe brasileira finalmente desempenhou o seu melhor futebol na competição. Sem tomar conhecimento da Argentina, Gabriel Jesus e Firmino foram essenciais na vitória.

Cada um com uma asssitência e um gol, a dupla de atacantes jogou bem, fez a diferença e de longe lembrou os momentos ruins que acumulavam das últimas partidas, desde o melancólico fim na participação da Copa do Mundo no ano passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Brasil teve um primeiro tempo de total domínio do jogo. Com boas trocas de passe, o Brasil conseguia se impor, mas novamente esbarrava na conclusão das jogadas.

Até que aos 18 minutos, Daniel Alves faz uma bela jogada, dribla dosi jogadores argentinos e dá belo passe para Firmino na direita. O atacante cruza rasteiro no meio, e Gabriel Jesus empurra para o gol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A partir daí, o jogo pegou fogo. A Argentina, totalmente desesperada, se lançava ao ataque, mas quando não era desarmada com segurança pela defesa brasileira, era parada nas mãos de Alisson, outro grande nome do jogo.

No segundo tempo, a pressão argentina começou forte. E aos onze minutos Agüero chutou por cima do gol. Pouco depois, foi a vez de Messi, que recebeu uma bola e chutou forte na trave.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mesmo com as investidas de Messi e seus companheiros, o Brasil se segurava de forma coesa e adiantava a marcação. Em alguns minutos foi retomando o controle do jogo.

Aos 25 chegou o momento do golpe final. A Argentina perdeu a bola e Gabriel Jesus arrancou rápido no contra-ataque. Na velocidade, ganhou de Otamendi, entrou na área pela esquerda e cruzou para Firmino escorar tranquilo, sem goleiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

A Argentina ainda tentou assustar em cobrança de falta de Messi, mas muito desorganizada, apenas tentava trocar passes para furar a boa defesa brasileira. Sem sucesso, o jogo se encaminhou para o final com muita festa da torcida mineira.

Agora, o Brasil espera os vencedores do jogo entre Chile e Peru, nesta quarta-feira (03/07), na Arena do Grêmio. A final acontece no Maracanã, no próximo domingo, às 17h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FICHA TÉCNICA

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos (Miranda) e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Phillipe Coutinho; Firmino, Everton (William) e Gabriel Jesus (Allan). Técnico: Tite

Argentina: Armani; Foyth, Pezzella, Otamendi e Tagliafico (Dybala); Paredes, Acuña (Di María) e De Paul (Lo Celso);Messi, Agüero e Lautaro Martínez. Técnico: Lionel Scaloni

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Roddy Zambrano (Equador)
Gols: Gabriel Jesus, aos 18 minutos do primeiro tempo e Firmino, aos 25 minutos do segundo tempo.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade