Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Hamilton bate o recorde da pista e faz a pole em Mônaco

O inglês foi pra galera no alambrado da pista para comemorar sua pole position número 85 da carreira

Líder do Mundial de Construtores da Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton conquistou a sua segunda pole na temporada de 2019. Ele cravou 1min10s166, o recorde do circuito de rua de Montecarlo, para superar o seu companheiro de Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas, no treino oficial de classificação neste sábado e largar em primeiro no GP de Mônaco, em que busca a sua quarta vitória no ano.

“Essa pole significa muito para mim. Eu tive que ir mais fundo do que nunca. A volta foi linda”, festejou Hamilton.

Após o resultado, o piloto inglês subiu na grade para comemorar com os torcedores a sua 85.ª pole na Fórmula 1. O motivo da comemoração efusiva foi o espanto ao chegar na primeira posição, que, ao que tudo indicava, ficaria com seu companheiro Bottas.

O piloto inglês superou o finlandês por 0s086 na última volta da sessão classificatória. Depois de errar em sua primeira tentativa e melhorar o seu tempo na segunda, ao ponto de subir para o segundo posto, Hamilton voou baixo para bater o recorde em Mônaco e tomar o primeiro lugar de Bottas.

Soberana no campeonato, a Mercedes, com mais um bom resultado na sessão classificatória, vai em busca da sexta dobradinha na temporada. A escuderia alemã lidera o Mundial de Construtores com folga e pode ampliar ainda mais seu domínio em 2019 diante de uma Ferrari enfraquecida e equivocada em suas decisões.

A terceira posição ficou com o holandês Max Verstappen, que teve intensidade para ficar à frente do alemão Sebastian Vettel. O piloto da Ferrari tocou o “guard-rail” em duas oportunidades e largará em quarto lugar.

O treino foi marcado por uma falha grave de estratégia da Ferrari, que errou ao não mandar de volta à pista Charles Leclerc para as últimas voltas no Q1, o que causou a eliminação do piloto monegasco. Com o erro, Leclerc, que liderou a última sessão de treinos livres e correrá em casa no circuito de Montecarlo, largará apenas na 15.ª colocação, a pior da Ferrari em uma largada desde o GP da Malásia, em 2017, quando Vettel saiu do 20.º posto.

O francês Pierre Gasly abriria a terceira fila com o carro da Red Bull, seguido do dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, mas perdeu três posições por atrapalhar Nico Hulkenberg, da Renault. O australiano Daniel Ricciardo, da Renault, largará no sexto lugar e o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, sairá em sétimo. O espanhol Carlos Sainz, da McLaren, e o tailandês Alexander Albon, companheiro de Kvyat, fecham a lista dos 10 primeiros.

A largada da corrida em Montecarlo, a sexta de 21 etapas desta temporada da Fórmula 1, está prevista para este domingo, às 10h10 (de Brasília).

Confira o grid de largada do GP de Mônaco:

1.º – Lewis Hamilton (FIN/Mercedes) – 1min10s166

2.º – Valtteri Bottas (ING/Mercedes) – 1min10s252

3.º – Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min10s641

4.º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – 1min10s947

5.º – Kevin Magnussen (DIN/Haas) – 1min11s109

6.º – Daniel Ricciardo (AUS/Renault) – 1min11s218

7.º – Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – 1min11s271

8.º – Pierre Gasly (FRA/Red Bull) – 1min11s041*

9.º – Carlos Sainz (ESP/McLaren) – 1min11s417

10.º – Alexander Albon (TAI/Toro Rosso) – 1min11s653

11.º – Nico Hülkenberg (ALE/Renault) – 1min11s670

12.º – Lando Norris (ING/McLaren) – 1min11s724

13.º – Romain Grosjean (FRA/Haas) – 1min12s027

14.º – Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – 1min12s015

15.º – Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1min12s149

16.º – Sergio Pérez (MEX/Racing Point) – 1min12s233

17.º – Lance Stroll (CAN/Racing Point) – 1min12s846

18.º – Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 1min12s085*

19.º – George Russell (ING/Williams) – 1min13s477

20.º – Robert Kubica (POL/Williams) – 1min13s751

* punidos com a perda de três posições

Estadão Conteúdo

Você pode gostar
Publicidade