Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Gabriel lembra triunfos sobre corintianos e diz: ‘É sempre bom jogar contra eles’

O jogador lembrou de algumas vitórias que conseguiu sobre os corintianos quando defendia o Santos e agora espera voltar a levar a melhor diante do rival

Publicado

em

O atacante Gabriel, do Flamengo, revelou nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, que gosta de enfrentar o Corinthians, adversário desta terça, às 21h30, no Maracanã, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Para justificar esta motivação para encarar o rival, o jogador lembrou de algumas vitórias que conseguiu sobre os corintianos quando defendia o Santos e agora espera voltar a levar a melhor diante do rival neste mata-mata no qual os rubro-negros já vencerem o duelo de ida por 1 a 0, em São Paulo.

“Já ganhei duas vezes em Itaquera, teve uma com o Santos em que consegui fazer o gol. Esse jogo agora com o Flamengo (no último dia 15 de maio, na Arena Corinthians) também foi importante pelo modo que construímos a vitória. Na Vila (Belmiro), teve um 5 a 1 se não me engano (no dia 29 de janeiro de 2014, quando o centroavante fez um gol). É sempre bom jogar contra eles”, afirmou Gabriel.

O atleta não se abala com a pressão imposta pela torcida flamenguista para a conquista da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, na qual a equipe carioca acabou sendo eliminada justamente pelos corintianos na semifinal do ano passado.

“No Flamengo todo jogo é importante. Não tem como falar que um é mais importante que o outro. A cobrança e a pressão são muito grandes. Vamos sentir falta dos jogadores (que estão convocados), mas temos um elenco em condição de suprir”, completou o atacante, confiante, lembrando também das ausências de Arrascaeta, Trauco e Cuellar, chamados para defender as suas respectivas seleções na Copa América que começará no próximo dia 14, no Brasil.

A diretoria do Flamengo anunciou nesta segunda-feira que mais de 50 mil ingressos já foram vendidos para o jogo com o Corinthians O grande público que estará em presente no Maracanã é um trunfo, segundo Gabriel. “Vamos ter uma torcida para nos apoiar, por isso não penso em uma eliminação. Sou muito positivo.”

O jogador aprovou a formação com os três meias (Diego, Arrascaeta e Everton Ribeiro), utilizada contra o Fortaleza, no sábado, quando o atacante foi o autor dos dois gols da vitória por 2 a 0 pelo Brasileirão. Agora, sem Arrascaeta, convocado à seleção uruguaia, a linha ofensiva flamenguista deve contar nesta terça-feira com Diego, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel.

“Fiquei feliz. Mudou um pouco meu modo de jogar com Diego e Arrascaeta jogando. Gosto de sair da área, mas eles falavam que eram três jogadores que iam me achar ali na frente. Tive paciência e as coisas aconteceram bem. É o sonho de todo centroavante jogar com esses três jogadores com uma qualidade imensa”, disse.

Sobre Jorge Jesus, o novo técnico do Flamengo que deverá se apresentar dentro de duas semanas, Gabriel diz ter boas recomendações da época na qual atuou pelo Benfica. “Ele tinha passado por lá e só ouvi coisas boas. Todo mundo gosta dele, da pessoa que ele é. Esperamos que venha logo e possa nos ajudar”, disse. O jogador ainda revelou que o treinador português tentou levá-lo para o Sporting. “Eu estava na Inter (de Milão), queria sair, ele me ligou chamando para ir para o Sporting, mas acabei indo para o rival. Depois, ele me ligou e desejou sorte.”

 

Estadão Conteúdo


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade