fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Estreia dentro dos conformes no Bezerrão: Brasil 4 x 1 Canadá

Apesar do temporal que se derramou sobre o Gama minutos antes do jogo, 11.468 torcedores compareceram à estreia do Brasil

Lindauro Gomes

Publicado

em

Foto: Sérgio Moraes/ Reuters
PUBLICIDADE

Olavo David Neto
redacao@grupojbr.com

Na noite deste sábado (26), a Seleção Brasileira goleou o Canadá por 4 x 1 na abertura do Mundial Sub-17 e já soma os primeiros pontos no grupo A da competição. João Peglow (2), Franklin (contra) e Gabriel Verón marcaram para a Canarinho, enquanto Habibullah descontou para o canadenses.

Apesar do temporal que se derramou sobre o Gama minutos antes do jogo, 11.468 torcedores compareceram à estreia do Brasil. Muitos, porém, só conseguiram entrar com 30 minutos decorridos no primeiro tempo. Com camisas de clubes de todo o Brasil, mas sobretudo da Sociedade Esportiva do Gama, a torcida foi um show à parte neste sábado.

Como esperado, o Brasil dominou as ações desde o primeiro minuto. Compacta e trocando passes rápidos no meio-campo, a Canarinho usou e abusou da dupla Yan Couto e Gabriel Verón.

A abertura da Copa do Mundo Sub-17

Logo aos cinco minutos, o volante Daniel Cabral acertou belo chute da intermediária, no canto do goleiro Kouadio, que se esticou todo e espalmou para o lado. Três minutos depois, Gabriel Verón tabelou com Yan Couto, invadiu a área e foi à linha de fundo. Kaio Jorge quase chegou na segunda trave, mas o cruzamento rasteiro foi rápido demais. Sem preocupações na defesa, o Brasil era todo ataque e o gol amadurecia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com toques ligeiros na intermediária, a bola sobrou para Daniel Cabral, que novamente fuzilou o goleiro Kouadio. O arqueiro deu rebote, mas Gabriel Verón, livre, bateu fraco. Na sequência, aos 16’, Verón e Yan tabelaram novamente. O camisa 7 passou por dois marcadores e cruzou rasteiro. Da marca do pênalti, livre, João Peglow só escorou para marcar o primeiro gol brasileiro no Mundial Sub-17.

O gol sofrido inflamou os brios do Canadá, que se soltou mais no jogo e apareceu com mais frequência – mas sem efetividade. Em rápidas estocadas, os meninos brasileiros criavam perigo e mostravam aos canadenses o poderio de uma das favoritas ao título. Nos 15 minutos finais, o primeiro tempo esfriou.

Até que, depois de uma roubada de bola ainda no campo de defesa, Kaio Jorge foi lançado, chegou à linha de fundo e cruzou. Em velocidade, o zagueiro Franklin subiu de costas e mandou a bola contra o próprio gol. Aplaudidos de pé, os meninos da Canarinho desceram aos vestiários vencendo os canadenses por 2 a 0.

Foto: Sergio Moraes/ Reuters

Nem bem os canadenses voltaram ao campo, lá estava o Brasil ampliando o placar. Em jogada rápida, Kaio Jorge disputou no alto, matou no peito e lançou Verón – sempre ele – pela direita. O camisa 7 cruzou no segundo poste e Franklin, que já havia marcado contra, entregou a bola para João Peglow, de novo da marca do pênalti, marcou o terceiro da Canarinho com menos de um minuto do segundo tempo.

E, então, o Canadá estava entregue. Sem conseguir acompanhar o ritmo dos jovens brasileiros, os norte-americanos apenas se fechavam enquanto os primeiros gritos de “olé” surgiam nas arquibancadas. E, aos 10’, depois de rebote da zaga e uma bicicleta torta de Kaio Jorge, Gabriel Verón se antecipou ao zagueiro, roubou a bola e, cara a cara com o goleiro, bateu forte, alto, e deu tons de goleada à estreia brasileira no Mundial Sub-17.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Verón comemora gol marcado. Foto: Thiago S. Araújo/Esportes Brasília

Aclamado pela torcida, Talles Magno teve grande chance aos 66’ quando, após uma verdadeira blitz brasileira na área canadense, o camisa 11 recebeu de costas na pequena área e tentou de calcanhar, mas bateu em cima de Kouadio. Aos 44 minutos, a joia do Vasco recebeu em velocidade, deixou dois zagueiros para trás, invadiu a área e, de frente para Kouadio, isolou.

Os norte-americanos descontaram com Russel-Rowe, que aproveitou bobeira da zaga brasileira e bateu de dentro da área, sem chances para Donelli. Apesar da goleada, festa da pequena torcida canadense presente no Gama.

Sequência

Sem mais emoções, o árbitro encerrou a partida. Passada a estreia, o Brasil se prepara agora para o confronto frente à Nova Zelândia, às 20h da próxima terça-feira (29).


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade