Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Empate sem graça no anúncio de Rodrygo

Santos e Internacional não marcam gols. Ao fim do jogo, jovem santista anuncia quando fará seu último jogo

Em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, Santos e Internacional empataram sem gols neste domingo, no estádio da Vila Belmiro, em Santos. A partida foi marcada pela interferência do árbitro de vídeo (VAR) em dois lances decisivos.

No primeiro tempo, o VAR confirmou o impedimento de Guerrero no lance do gol de Guilherme Parede que foi corretamente anulado pela arbitragem, comandada pelo paranaense Rodolpho Toski Marques.

Na segunda etapa, o juiz marcou pênalti de Victor Cuesta em Rodrygo, mas o VAR foi acionado. Após revisar o lance, o juiz voltou atrás e desmarcou a penalidade.

Com o resultado, o Santos chega a 11 pontos e está entre os primeiros colocados do Brasileirão. Já o Internacional conquista o seu primeiro ponto fora de casa e chega aos 10, também na parte de cima da tabela de classificação.

O Adeus

Após o empate sem gols, o atacante Rodrygo revelou que seguirá no clube até o dia 12 de junho.

Segundo o jovem, ele foi liberado pela seleção olímpica (sub-23) e não disputará o Torneio Maurice Rivello, mais conhecido como Torneio de Toulon, na França, de modo que fica no clube alvinegro até o clássico contra o Corinthians, pela nona rodada, antes da parada para a Copa América. Depois, a promessa vai para o Real Madrid, que o contratou em definitivo.

“Minha vontade era ficar, minha despedida é no clássico. Saiu (a dispensa) hoje (domingo) pela manhã, meu pai que mandou, até meio que passei mal à noite, tava vomitando, muita inflamação na garganta. Acho que era ansiedade. Mas graças a Deus deu tudo certo”, disse o meia.

Assim, Rodrygo disputa mais quatro jogos pelo clube alvinegro. O primeiro deles acontece no próximo domingo, em Fortaleza, contra o Ceará, pelo Brasileirão.

O compromisso seguinte é contra o Atlético-MG, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa do Brasil (a ida foi 0 x 0, em Belo Horizonte), no dia 6 de junho.

Depois, as equipes voltam a se enfrentar pelo Brasileirão, também com mando santista, no dia 9. A última das quatro partidas é justamente o clássico contra o Corinthians, que será o visitante, no estádio do Pacaembu.

Estadão Conteúdo

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA