Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

‘Deveria ter desistido muito antes de Tóquio’, diz Simone Biles

Biles e outras ginastas norte-americanas foram física ou sexualmente abusadas pelo então médico do time de ginástica, Larry Nassar

Por FolhaPress 27/09/2021 4h58
Foto: Loic Venance/AFP

Simone Biles acredita que não deveria ter embarcado para as Olimpíadas de Tóquio. A ginasta norte-americana concedeu entrevista ao site ‘The Cut’ e foi bastante sincera ao declarar que não deveria nem ter entrado para o time de ginastas que disputou os Jogos.

“Eu deveria ter desistido muito antes de Tóquio, quando Larry Nassar estava na mídia. Eu não quis que ele tirasse tudo de mim, tudo pelo que trabalhei desde os 6 anos. Então me forcei a estar nessa situação, mas meu corpo e minha mente não me deixaram ir até o fim”, declarou a ginasta.

Biles e outras ginastas norte-americanas foram física ou sexualmente abusadas pelo então médico do time de ginástica, Larry Nassar. As atletas foram convocados pelo Senado para prestar depoimentos sobre a condução do caso pelo FBI e declaram que a investigação protegeu o abusador. A ginasta reconheceu que o trauma poderia ser um dos motivos pelos quais ela não conseguiu competir as finais da ginástica artística.

A ginasta diz não se arrepender de ter desistido da competição. Como sobrevivente de abuso, ela quer ser exemplo para que outras mulheres se sintam encorajadas. “Como uma mulher negra, você sempre tem que ser impecável. Mas ao final do dia, de que isso importa? Se você cuidar primeiro de seu bem-estar mental, o resto vai se encaixar”, finalizou.








Você pode gostar