fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Corpo de Maradona chega ao cemitério para ser enterrado

Com a ex-mulher de Maradona, Claudia Villafañe, e suas filhas, Dalma e Giannina, o Maradona partiu rumo ao cemitério Jardim Bella Vista, onde estão enterrados os pais de ‘El Pibe de Ouro’

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O cortejo fúnebre do lendário Diego Maradona chegou nesta quinta-feira ao cemitério particular no noroeste de Buenos Aires, onde seu corpo será enterrado em uma cerimônia privada, 30 horas após a morte do ‘Pibe de Oro’ aos 60 anos.

O caixão chegou ao cemitério em meio a um barulho ensurdecedor provocado por helicópteros, um enxame de drones, motocicletas da polícia, sirenes de carros patrulha, buzinas frenéticas de vans que transportavam arranjos florais, além dos gritos e aplausos de moradores que assistiram a passagem do cortejo

O corpo de Diego Armando Maradona foi levado a um cemitério onde estão sepultados os pais do ex-craque, para um “enterro íntimo” nesta quinta-feira (26), após um velório caótico na Casa Rosada (sede do Governo) e com incidentes em várias ruas da capital argentina.

O velório público terminou uma hora e meia antes do previsto e o cortejo fúnebre, com a ex-mulher de Maradona, Claudia Villafañe, e suas filhas, Dalma e Giannina, partiu rumo ao cemitério Jardim Bella Vista, onde estão enterrados os pais de ‘El Pibe de Ouro’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os incidentes nas ruas de Buenos Aires foram agravando-se após oito horas incessantes de um desfile de argentinos em frente ao caixão em busca de uma oportunidade de dar adeus ao ídolo.

Na Casa Rosada, e alheias aos pedidos de prorrogação do velório, a ex-mulher e as filhas de Maradona deram “um último adeus” ao ícone argentino, disse uma fonte do governo à AFP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos arredores da histórica Plaza de Mayo, em Buenos Aires, aglomeraram-se torcedores descontrolados, que se recusaram a deixar o local. A polícia reprimiu com balas de borracha e gás lacrimogêneo grupos de pessoas concentradas nas principais vias do centro da cidade. Alguns revidaram com pedras e garrafas.

Muitos torcedores se recusaram a ficar sem entrar na Casa Rosada para se despedir do ídolo, que tinha o caixão coberto com a bandeira argentina e camisas da Alviceleste e do Boca Juniors com o número ’10’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão de encerrar o velório foi tomada depois que torcedores invadiram os pátios internos da Casa Rosada, o que obrigou a retirada do caixão da capela em um momento de tensão crescente.

A princípio, havia sido agendado um velório de 10 horas a pedido da família e, diante do grande fluxo de pessoas, optou-se por prorrogá-lo, mas os incidentes reverteram a decisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

As autoridades de San Miguel, município onde fica o cemitério particular onde serão enterrados os restos mortais do maior astro do futebol argentino, alertaram em comunicado que a cerimônia será exclusiva para familiares. Com informações da AFP.

(Photo by JUAN MABROMATA / AFP)

(Photo by ALEJANDRO PAGNI / AFP)

(Photo by Alejandro PAGNI / AFP)

(Photo by Alejandro PAGNI / AFP)




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade