Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Copa América de 2020 começará na Argentina e terá final na Colômbia, diz Conmebol

Com este novo formato de disputa, a Copa América terá um total de 38 jogos e cada seleção fará pelo menos cinco partidas no país anfitrião mais próximo

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Conmebol confirmou nesta segunda-feira, por meio de um anúncio oficial feito no Rio, que a Copa América de 2020 será iniciada no dia 12 de junho, na Argentina, e terá a sua decisão ocorrendo na Colômbia, ainda em data a ser definida pela entidade.

Os dois países abrigarão de maneira conjunta a competição, cuja edição atual terá as suas semifinais e finais realizadas nesta semana, no Brasil, sede única do torneio em 2019. “Pela primeira vez o torneio contará com sede dupla, com o objetivo de aproximar o futebol sul-americano de todos os torcedores do continente. Desta maneira, cada uma das sedes contará com uma fase de grupos, duas partidas de quartas de final e uma semifinal”, destacou o órgão que controla o futebol da América do Sul em nota publicada em seu site.

A entidade também informou que, com este novo formato de disputa, a Copa América terá um total de 38 jogos e cada seleção fará pelo menos cinco partidas no país anfitrião mais próximo de sua respectiva localização geográfica no continente. Austrália e Catar, dois últimos campeões da Copa Asiática, participação como convidados e estes países entrarão em diferentes grupos de seis seleções cada que a competição possuirá, completou a Conmebol, que ainda disse que “o calendário e os jogos do torneio mais antigo da América do Sul serão anunciados mais adiante”.

O Conselho da Conmebol já havia confirmado no último dia 13 de junho a presença de catarianos e australianos na Copa América de 2020. Uma destas equipes nacionais integrarão uma chave denominada Zona Norte, que terá Brasil, Colômbia, Venezuela, Equador e Peru, enquanto a outra fará parte da Zona Sul, que contará com Chile, Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pelo regulamento criado para esta próxima edição da competição, os quatro primeiros colocados de cada grupo avançarão às quartas de final. Confirmada como palco da decisão, a Colômbia voltará a abrigar o confronto que vale o título depois de 19 anos – em 2001, atuando como país-sede, a seleção do país se sagrou campeã ao superar o México por 1 a 0, em Bogotá.

 

Estadão Conteúdo


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade