fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Com retornos de Dedé e Léo, Cruzeiro se concentra no Brasileirão

Outro que deverá estar em campo é o atacante Pedro Rocha, que esteve ausente da última partida por sofrer um mal-estar

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Depois de folgar na última segunda-feira, o elenco do Cruzeiro iniciou na tarde desta terça-feira a sua preparação para enfrentar o Vasco, no domingo, às 19 horas, no Mineirão, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os zagueiros Léo e Dedé foram as novidades e, recuperados de lesão, poderão voltar ao time titular.

Outro que deverá estar em campo é o atacante Pedro Rocha, que esteve ausente da última partida por sofrer um mal-estar, mas que treinou normalmente nesta terça-feira junto com o restante do grupo, que fez trabalhos físicos, sob a orientação do técnico Rogério Ceni. Na sequência, o elenco foi dividido em três times, mesclando reservas e titulares.

Após duas boas partidas no time titular, o zagueiro Cacá foi bastante elogiado, mas deve voltar para a reserva no domingo. “Tenho ouvido muitos elogios desde a minha entrada em campo contra o Santos. Substituir o maior zagueiro do Brasil (Dedé) seria uma responsabilidade imensa e fui bem”, comentou o jogador, antes de lembrar o gol contra sofrido pela equipe na rodada passada. 

“Já contra o CSA, o time estava bem em campo, mas infelizmente, em um momento de desatenção, sofremos o gol. Agora cabe ao nosso time trabalhar mais e buscar os três pontos contra o Vasco que serão fundamentais para a nossa subida na tabela da competição nacional.”

Cacá revelou o trabalho de Ceni está sendo aprovado pelo grupo. “O treinador (Rogério Ceni) chegou com uma filosofia de trabalho diferente, estamos nos adaptando ao seu estilo de jogo, e ele mudou o que precisava, sem desmerecer o trabalho do técnico anterior (Mano Menezes), que conquistou grandes títulos pelo clube, mas sem dúvida são estilos diferentes”, declarou. 

“Todos os jogadores estão gostando, agora é focar, trabalhar para dar certo e buscar os nossos objetivos para o restante da temporada, principalmente sair dessa situação incomoda no Campeonato Brasileiro”, disse Cacá, referindo-se ao 16º lugar no Brasileiro, com 15 pontos, apenas um a mais que a Chapecoense, primeira equipe na zona de rebaixamento.

Estadão Conteúdo


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade