fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Careca se despede do ‘irmão’ Maradona: ‘Maior respeito, carinho e admiração’

O brasileiro utilizou as redes sociais para publicar um vídeo com agradecimentos ao “irmão” Diego Maradona

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Grande parceiro de Diego Maradona no Napoli entre o final da década de 80 e início dos anos 90, o ex-atacante Careca se despediu do craque argentino, morto na quarta-feira após uma parada cardiorrespiratória. O brasileiro usou as redes sociais para postar um vídeo de agradecimento ao “irmão” Maradona.

“Fica a mensagem de agradecimento a esse cara muito especial, esse irmão, amigo, cara que tenho maior respeito, carinho e admiração. Que ele possa descansar em paz. Pedir a Deus que o receba de braços abertos. É um cara muito especial. Só gratidão que eu tenho por ele. Os momentos que nos divertimos muito, tanto dentro quanto fora de campo. Diegão, está sendo difícil para a gente, mas vai com Deus, a gente se vê”, disse Careca.

O brasileiro foi eleito pelo próprio Maradona o melhor jogador com quem o craque argentino atuou junto. Pelo Napoli, eles conquistaram uma Copa da Uefa (1988/1989), um Campeonato Italiano (1989/1990) e uma Supercopa da Itália (1990).

A amizade transcendia a parte esportiva dentro de campo. Eles tinham ótima relação também fora das quatro linhas. Em entrevistas passadas, inclusive, Careca chegou a revelar que tinha um acordo com Maradona: eles atuariam juntos pelo Santos e também pelo Boca Juniors. A reedição da dupla no Brasil e na Argentina, porém, não aconteceu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No vídeo postado nesta quinta-feira, Careca também agradeceu as mensagens recebidas por amigos. Por causa da parceria com Maradona, o ex-atacante brasileiro foi bastante requisitado para dar entrevista para veículos de imprensa. Ele se desculpou por não conseguir atender os pedidos.

“Gostaria de agradecer de coração a todos os amigos que me mandaram mensagens de conforto. Obrigado de coração, peço desculpas de não poder responder todas as mensagens e todos os pedidos da imprensa do mundo todo, seria impossível atender a todos. Mas fica essa mensagem de agradecimento”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade