fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Campeonato Italiano quer retornar com a disputa em 13 de junho

Um comunicado foi enviado, nesta quarta-feira, para o governo para que sejam disputadas as 12 rodadas restantes da competição nesta temporada

Avatar

Publicado

em

Foto: Daniele Badolato/ Juventus FC
PUBLICIDADE

A Série A do Campeonato Italiano quer voltar a campo em 13 de junho. Um comunicado foi enviado, nesta quarta-feira, para o governo para que sejam disputadas as 12 rodadas restantes da competição nesta temporada.

“Esta data vai de acordo com a retomada das atividades esportivas, em conformidade com as decisões do governo e com os protocolos médicos que protegem os jogadores”, diz o comunicado

A liga italiana foi interrompida em 9 de março, na rodada 26, com a Juventus na liderança, com um ponto de vantagem sobre a Lazio e nove sobre a Internazionale, terceira colocada.

A Federação Italiana de Futebol (FIGC, sigla em italiano) adiou recentemente o prazo para terminar a temporada 2019-2020 até 2 de agosto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta mesma quarta-feira, o Ministro do Esporte, Vincenzo Spadafora, afirmou que ainda é cedo para tomar uma decisão sobre a eventual retomada da Série A com a evolução da curva de contágio da covid-19.

“A linha do governo é uma linha de cuidado e proteção da saúde de todos. As imagens dos mortos permanecem em nossa memória e, portanto, queríamos reabrir com o máximo cuidado. Na qualidade de

Ministro do Esporte, sou claro sobre a importância social do futebol e seria um paradoxo se eu não reconhecesse esse aspecto”, afirmou. “Quero deixar claro. O campeonato voltará, como todo mundo nós desejamos, porque alcançaremos essa possibilidade depois de uma série de atividades que permitirão retomar a segurança de todos, não foi possível decidir às pressas, devido à pressão de outros.”

Spadafora confirmou que os treinamentos da equipe poderão ser retomados a partir de segunda-feira, quando a FIGC vai adaptar o protocolo de segurança de acordo com as solicitações dos órgãos sanitários da Itália.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Estadão Conteúdo


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade