fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Brasiliense estreia com vitória em casa na Série D

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com gol de Michel Platini e boa atuação de Maikon Leite, a equipe fez a festa no Serejão diante do Serra (ES). Jobson entrou no jogo, mas lamentou estar “acima do peso”

O Brasiliense enfrentou o Serra (ES) na tarde deste sábado (4), no estádio do Serejão, em Taguatinga, e venceu por 1 a 0. Com o triunfo, a equipe larga na frente na fase classificatória. O próximo compromisso da equipe candanga é fora de casa, contra a URT, na próxima segunda feira (13) em
Patos de Minas, às 19h30.

O Jogo
O time do Brasiliense estreou na série D 2019 com várias mudanças em relação ao time que foi vice no Candangão. Dos 6 reforços que chegaram, dois começaram a partida como titulares: o meio campo David Manteiga e o lateral esquerdo China, e isso surtiu efeito. A equipe criou três boas chances em sequência nos 10 primeiros minutos, sendo duas pelas ala canhota.

Aos 21 minutos, Maikon Leite escapou em velocidade e entrou na área pela ponta esquerda, mas finalizou para cima do gol. Aos 26, a melhor chance do primeiro tempo a favor dos visitantes. Lessinho, da equipe capixaba, cobrou falta pela intermediária direita e a bola parou na trave direita defendida por Sucuri.

O time candango devolveu o perigo em seguida com dois cruzamentos de Alex Murici, pela direita, mas a pontaria não colaborou. Aos 38, em mais uma investida de Maikon Leite, o meia arriscou de fora da área e levou perigo à meta de Walter. À essa altura, ambos os times se revezavam em jogadas ofensivas, e aos 41, foi a vez de Murici carimbar a trave adversária com uma cobrança de falta pelo lado esquerdo de ataque. Seria um golaço, não fosse pela boa defesa praticada por Walter.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na volta do intervalo, o treinador brasiliense Ricardo Antônio tirou Reinaldo e colocou Romarinho. A troca era ofensiva, mas foi o Serra quem criou a primeira chance na segunda etapa: o camisa 10 Guilherme Pitty foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou. Após furada do zagueiro Badhuga, o Rodrigo Pardal ficou de frente para o gol, na pequena área mas bateu por cima e desperdiçou. Então o Jacaré tratou de se lançar ao ataque.

Pressão deu resultado

Aos 9 minutos, depois de mais um cruzamento de Alex Murici, o centroavante Michel Platini subiu para cabecear no canto esquerdo do goleiro capixaba e abrir o placar: 1 a 0 e festa nas arquibancadas.

Michel Platini garantiu a vitória para o Brasiliense

A empolgação candanga entrou em campo e fez o Brasiliense criar repetidas chances. Na mais perigosa delas, China arriscou uma bicicleta e obrigou Walter a praticar a defesa.

A torcida do Brasiliense fez a festa na arquibancada do Serejão

Depois do gol, o jogo ficou morno e o artilheiro Platini deu lugar a Jobson, uma das estrelas da equipe candanga. Do banco brasiliense e da arquibancada, apoio total ao atacante. O grito do volante suplente Gabriel parecia anunciar “Vai Jobson. Você vai meter um (gol)” . A previsão quase se concretizou aos 45 min, com um chute perigoso do jogador que levou perigo. Após o jogo, Jobson lamentou estar acima do peso. “Tenho que me cobrar muito. Hoje o Brasiliense tem um grupo forte”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O segundo gol não aconteceu, mas ao som ao apito final, a torcida amarela comemorou o primeiro triunfo no campeonato. O técnico Ricardo Antônio comemorou o resultado. “Agora, vamos nos recuperar para tentar vencer o forte URT. Os estreantes entraram bem e vão se encaixar”, disse em entrevista à equipe de reportagem.

FICHA TÉCNICA

Série D 2019 – 1ª rodada Grupo A13
Brasiliense (DF) X Serra (ES)

Estádio Serejão – 15h30 – 04/05/19

Público: 619 pessoas
Renda: R$ 4.590,00

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Árbitro: Lucas Paulo Torezin – PR
Assistente 1: Jefferson Cleiton da Silva – PR
Assistente 2: Felipe Gustavo Schmidt – PR

Brasiliense: Edmar Sucuri; Lucio; Badhuga; Alex Murici; China; Aldo; David Manteiga; Morais; Maikon Leite; Michel Platini e Reinaldo

Serra (ES): Walter; Paulo Ricardo; Aislan; Rodrigo Lacerda; Peu; Caetano; Alemão; Rodrigo Pardal; Guilherme Pitty (Mauri); Lessinho (Canário) e Madison (Tony)

Por Ricardo Ribeiro (texto e fotos) – Jornal de Brasília / Agência de Notícias UniCEUB


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade