Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Bernardo Oliveira, do tiro com arco, é o primeiro brasiliense eliminado nas Olimpíadas 2016

Publicado

em

Publicidade

Altieres Losan
Especial para o Jornal de Brasília

Não deu para o brasiliense Bernardo Oliveira, 23 anos, no tiro com arco. Competindo com Marcus D’Almeida e Daniel Xavier contra a equipe chinesa, foram os asiáticos quem levaram a melhor nas oitavas de final. Por seis pontos a dois, os brasileiros deixam a competição.

O time brasileiro não começou bem na disputa e perdeu os dois primeiros sets. O embalo da torcida não foi suficiente para empurrar a equipe brasileira. O último período foi de supremacia chinesa.

Bernardo ainda vive e estuda em Brasília. Se inseriu no tiro com arco em 2005 por incentivo de um amigo e treina cerca de 40 horas por semana no Clube do Exército.

Publicidade

França e Holanda seguem

Antes da entrada da equipe da casa no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, onde ocorre a competição, a França derrotou a Malásia e a Holanda saiu vencedora diante da Espanha.

Já quebrou recorde

Ainda antes da cerimônia de abertura dos Jogos, o sul coreano Kim Woojin foi o responsável pela primeira quebra de recorde. Na fase de classificação, ele se tornou o primeiro homem do mundo a chegar a marca de 700 pontos, conseguiu os recordes mundial e olímpico e deixou para trás o compatriota Im Dong-Hyun, que havia feito um ponto a menos (699) na Olimpíada de Londres


Você pode gostar
Publicidade