Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Belezi se torna o mais jovem a estrear no profissional do Corinthians: ‘Honra’

Conforme informações do próprio clube paulista, o atleta superou o atacante Jô, que estreou pelo time de cima em julho de 2003

Publicado

em

Com 16 anos, um mês e 21 dias, o zagueiro Lucas Belezi fez história na noite de sábado em Ribeirão Preto, no interior paulista. Ao entrar em campo pelo Corinthians na derrota em amistoso para o Botafogo-SP por 2 a 1, o defensor tornou-se o jogador mais jovem a vestir a camisa pelos profissionais do clube alvinegro na história.

Conforme informações do próprio clube paulista, o atleta superou o atacante Jô, que estreou pelo time de cima em julho de 2003, na vitória sobre o Guarani por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro Naquele dia, o atacante estava com 16 anos, três meses e 29 dias.

Eu tinha na minha mente que, um dia, estrearia com a camisa profissional do Corinthians, mas não imaginava que seria com 16 anos“, afirmou o jogador, formado na escolinha do clube e com passagens pelas categorias de base da seleção brasileira.

Belezi, que pisou o gramado do estádio Santa Cruz aos 36 minutos do segundo tempo do amistoso, no posto do uruguaio Bruno Méndez, demonstrou entusiasmo com a estreia. “É uma honra muito grande. É um clube que é a minha casa, que sempre me apoiou. Espero que venham mais jogos pela frente e que eu possa fazer uma linda história dentro do Corinthians“, finalizou o defensor do time sub-17.

FALHA NO ÚLTIMO PASSE – O atacante Vagner Love também atendeu a imprensa após o amistoso contra o Botafogo-SP. Ele fez uma crítica à dificuldade que a equipe tem demonstrado em fazer com que a bola chegue aos pés dos jogadores de frente. “Poderíamos ter mais tranquilidade no último passe, foi onde mais erramos. Temos jogadores de qualidade com bom chute e acho que devemos fazer mais isso, infiltrar mais na zaga adversária para criarmos mais chances”, avaliou o atleta de 35 anos.

O zagueiro Bruno Méndez, que tem atuado como lateral-direito nas ausências de Fagner, com a seleção brasileira na Copa América, e Michel Macedo, lesionado, também comentou sobre o mau desempenho coletivo no amistoso. “Creio que tem o que melhorar para o segundo semestre. Há coisas para melhorar, temos mais uma semana para trabalhar nossos erros e seguir lutando no Brasileirão”, comentou o uruguaio.

Envolvido ainda nas disputas do Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana, o Corinthians volta a jogar pelo Nacional no próximo dia 14, quando recebe o CSA. Os paulistas ocupam o 10.º lugar na competição, com 12 pontos depois de nove rodadas.

 

Estadão Conteúdo


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade