Siga o Jornal de Brasília

Esportes

Após derrota, Bernardinho se rende aos EUA: “Jogaram muito bem”

A derrota da Seleção Brasileira masculina de vôlei por 3 sets a 1 para os Estados Unidos, na noite desta quinta-feira, no Maracanãzinho, veio acompanhada de muitos elogios do técnico Bernardinho ao time norte-americano. Após o primeiro revés de seus comandados nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o treinador ainda pediu foco total no próximo adversário: a Itália.

“Realmente, eles (os norte-americanos) jogaram muito bem, fizeram uma grande partida. Sacaram muito bem, a defesa deles funcionou bem, jogaram no tudo ou nada porque precisavam da vitória. Tivemos chances e não soubemos aproveitá-las. Temos algumas coisas pra corrigir e agora temos que vencer a Itália ou França pra classificar. Dependemos só de nós”, avaliou Bernardinho ao canal Sportv.

Com o resultado, os brasileiros caem para o terceiro lugar do Grupo A, com seis pontos, três a menos que a líder invicta Itália, que será a próxima adversária da Seleção, neste sábado, às 22h35 (de Brasília). “Agora é jogar pra frente, aprender com os erros e concentrar na Itália a partir deste momento”, solicitou o treinador.

Maior pontuador do Brasil nesta noite, com 15 tentos, o oposto Wallace ecoa os pensamentos do técnico e viu os norte-americanos superiores durante toda a partida.

“Esse jogo deles já era esperado. Até porque era vida ou morte para eles. Dependiam dessa vitória, não conseguimos pará-los em alguns fundamentos, principalmente no ataque. Eles sacaram muito bem e isso fez muita diferença”, analisou o avante brasileiro.

A vitória, de fato, trouxe os Estados Unidos de volta para a competição. A equipe norte-americana se recuperou das derrotas para Canadá e Itália e somou seus primeiros três pontos no torneio. No entanto, ainda aparece no quinto lugar do Grupo A, ficando fora da zona de classificação às quartas de final, para as quais quatro times de cada chave avançam. Os americanos voltarão à quadra, também, neste sábado, mas às 17h05, para enfrentar a França.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA