fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Alemanha vence a Irlanda do Norte e se classifica em primeiro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Atual campeã mundial, a Alemanha venceu a Irlanda do Norte, por 1 x 0, em Paris, pela terceira e decisiva rodada do grupo C da Eurocopa. O gol foi marcado por Mario Gomez. Com o triunfo, os alemães foram a sete pontos, confirmando a liderança da chave. Agora, os atuais campeões do mundo esperam um dos terceiros colocados, ainda não definido. O que já está certo é que a partida acontece no próximo domingo, em Lille. A Irlanda do Norte, por sua vez, ainda espera a definição dos outros grupos, para saber se avança como um dos melhores terceiros.

A partida começou como esperado, com a Alemanha dominando a posse de bola, enquanto os norte-irlandeses se fechavam. A primeira chance veio com Özil, que parou em McGovern, aos 10. Na sequência, o goleiro salvou chute de Mario Götze.

O objetivo da Irlanda do Norte era sair para os contra-ataques, mas a equipe de Michael O’Neill pecava no último passe, sem conseguir achar os espaços para finalizar e levar perigo ao goleiro Neuer.

Aos 22, foi novamente o time campeão mundial que chegou. Em boa tabela com Gomez, Müller arrematou cruzado, mas a bola saiu à direita do gol. A resposta veio três minutos depois, quando Ward exigiu a primeira defesa do goleiro do Bayern.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Müller teve nova chance aos 26, quando cabeceou e a pelota acertou a trave de McGovern. Aos 28, enfim, os alemães abriram o placar. Gomez recebeu na área e finalizou de primeira. A bola ainda desviou em McAuley antes de balançar as redes: 1 x 0.

Com a vantagem no marcador, a Alemanha teve ainda mais tranquilidade para tocar a bola, em busca dos espaços na defesa rival. Aos 33, em passe de Götze, Müller, mais uma vez, acertou o poste da Irlanda do Norte, dessa vez em chute de direita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma nova oportunidade alemã surgiu aos 40, quando, após muitos passes, Özil encontrou Mario Gomez livre, mas o centroavante bateu fraco, facilitando o trabalho de McGovern. Sem mais chances reais, a equipe tetracampeã mundial foi para o intervalo com vantagem mínima, mas com controle total da partida.

A segunda etapa começou da mesma maneira, com o time de Joachim Löw ditando o ritmo do confronto. Aos 6, McGovern precisou agir novamente, em finalização de Götze. Segundos depois, o mesmo jogador arrematou novamente, para fora. Depois disso, o camisa 19 foi substituído por Schürrle.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Khedira, aos 12, bateu rasteiro, e McGovern fez mais uma boa defesa, salvando sua equipe. Aos poucos, o time de Michael O’Neill tentou avançar um pouco, em busca do empate, mas sem se descuidar da defesa.

Com a Alemanha em um ritmo mais lento, a partida se tornou modorrenta, com os dois times arriscando pouco, e, consequentemente, sem levar perigo aos goleiros rivais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

Sem forças para incomodar os germânicos, que tocavam a bola deixando o tempo passar, os norte-irlandeses parecem ter se contentado com a derrota por 1 x 0, já que o resultado não elimina a seleção do torneio.

Aos 36, depois de muitos minutos, a Alemanha teve nova chance e, mais uma vez, McGovern brilhou, defendendo cabeçada de Gomez. Dois minutos depois, Özil chutou de fora da área, mas a bola subiu muito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Controlando o jogo nos minutos finais, os comandados de Löw trocaram passes e esperaram o apito final, para confirmar a vitória pelo placar mínimo e a classificação para as oitavas de final da Eurocopa.

IRLANDA DO NORTE 0 x 1 ALEMANHA

Local: Estádio Parque dos Príncipes, em Paris (França)

Árbitro: Clément Turpin (França)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assistentes: Frédéric Cano (França) e Nicolas Danos (França)

Gol: Gomez, aos 28 minutos do primeiro tempo

IRLANDA DO NORTE: McGovern; Hughes, McAuley, Cathcart e Jonny Evans; Norwood; Corry Evans (McGinn), Davis, Ward (Magennis) e Dallas; Washington (Lafferty). Técnico: Michael O’Neill

ALEMANHA: Neuer; Kimmich, Boateng (Höwedes), Hummels e Hector; Khedira (Schweinsteiger) e Kroos; Özil, Müller e Götze (Schürrle); Gomez. Técnico: Joachim Löw




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade