fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Kajuru deixa PSB e terminará mandato no Senado sem partido

Senador aceitou convite para se desfiliar do partido após divergir sobre decreto de armas do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL)

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

Após divergir com o próprio partido sobre o decreto de armas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Jorge Kajuru se desfiliará do PSB e terminará o mandato no Senado Federal sem pertencer a uma legenda.

Diferente do resto do PSB, Kajuru defende que policiais civis tenham posse de armas, conforme sugestão apresentada por Bolsonaro. É assim que o ex-apresentador esportivo justifica a saída. “Meu coração deseja me ver senador sem partido, para votar de acordo com a maioria que me elegeu”, afirmou pelo Twitter.

O PSB foi ao Supremo Tribunal Federal no mês de abril, com Ação Direta de Inconstitucionalidade para suspender os efeitos do decreto. Kajuru chegou a afirmar que o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, teria lhe dado independência para demonstrar posicionamento, questão desmentida por Siqueira.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade