fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Em reunião, Bolsonaro teria dito que não vai “esperar f… alguém da minha família”

“Se não posso trocar, troco o chefe dele, troco o ministro”, teria dito o presidente Jair Bolsonaro na reunião ministerial

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta terça-feira (12) quatro pessoas que assistiram ao vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, exibida em Brasília a investigadores e advogados, confirmaram ao G1 os motivos externados pelo presidente Jair Bolsonaro para realizar a troca do superintendente da Polícia Federal no Ria de Janeiro. 

As fontes afirmaram ao portal que Bolsonaro diz não querer seus familiares prejudicados. “Já tentei trocar o chefe da segurança do Rio de Janeiro. Se não posso trocar, troco o chefe dele, troco o ministro”, teria dito o presidente.

“Não vou esperar f… alguém da minha família. Troco todo mundo da segurança. Troco o chefe, troco o ministro”, de acordo com o relato obtido pelo portal. Segundo os investigadores, as declarações mostram interesse familiar e pessoal por trás da intenção de troca manifestada por Bolsonaro. 

O senador Randolfe Rodrigues pediu ao ministro Celso de Mello a divulgação do vídeo da reunião do presidente com ministros no Planalto onde haveria a fala de intenção de interferência na Polícia Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao Antagonista, o senador Alvaro Dias também defendeu a divulgação do vídeo da reunião. “Vazamentos seletivos sempre proporcionam dúvidas. A divulgação da íntegra do vídeo passa a ser uma exigência de transparência e do dever à publicidade dos atos públicos”, disse. 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade