fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Aliados dizem que Bolsonaro revogou contingenciamento nas universidades; Planalto nega

Avatar

Publicado

em

Bolsonaro
PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

A ordem de contingenciamento de verbas das universidades federais de várias partes do país parecem ter chegado ao fim. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), pediu a reversão do corte de 30% as instituições de ensino superior ainda no começo do mês em uma ligação para o ministro da educação, Abraham Weintraub.

A ligação foi confirmada por aliados do governo, como o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) — que também é lider do PSL na Câmara. O MEC ainda não comentou o assunto.

A revogação do contingenciamento ocorreu em menos de 24 horas antes de uma paralisação nacional de estudantes de ensino superior marcada para esta quarta-feira (15). Várias universidades aderiram a manifestação contra o enxugamento do orçamento, inclusive a Universidade de Brasília (UnB).

O ministro da educação Abraham Weintraub foi convocado pela Câmara para prestar esclarecimentos sobre os cortes nesta quarta-feira (15).

Com informações do portal UOL, confirmadas pelo Jornal de Brasília.

Planalto nega

Por meio de comunicado oficial, o Planalto foi contra as afirmações dos deputados e negou qualquer desbloqueio no cortes. A pasta, em associação com a Casa Civil, afirmou que as contas públicas estão sendo tratadas “de maneira responsável”.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade