Saúde

Chás e infusões conquistam cada vez mais admiradores em Brasília

As bebidas proporcionam benefícios para a saúde do corpo e da mente

Foto: Reprodução

É muito comum as pessoas associarem o chá ao frio e a benefícios para a saúde. Mas a bebida vai muito além e tem conquistado cada vez mais os brasilienses. É um mundo de sabores, aromas e possibilidades. Não é só a versatilidade que chama a atenção, mas as experiências também.

Raquel Barbosa, proprietária da Moncloa, loja especializada em chás no Iguatemi Brasília, conta que se surpreendeu com a receptividade do público brasiliense. “Muita gente relaciona o chá a dias frios e chuvosos ou à cura de mal estar físico. Brasília é conhecida por ter um clima quente, seco e de inverno curto e achamos que esses fatores poderiam influenciar na receptividade das pessoas. Para a nossa surpresa, a recepção foi muito boa.”

Ela explica que chá e infusão são bebidas diferentes. “Os chás são preparados a partir de uma planta chamada Camellia Sinensis, como por exemplo o chá verde, branco, preto, vermelho, oolong e o matchá. Enquanto que as infusões ou tisanas são feitas com outras ervas, flores, frutas ou especiarias, como hortelã e capim-limão.”

A versatilidade das bebidas, que podem misturar ervas, flores, frutas e especiarias, contribui para a grande aceitação. Pode ser consumida quente, gelada, em drinks alcóolicos e não-alcóolicos e na culinária. Os benefícios terapêuticos também atraem. A Camellia Sinensis é rica em e substâncias antioxidantes que atuam na prevenção de problemas cardiovasculares, hipertensão e diabetes. E ainda em L-teanina e EGCG, que favorecem o fortalecimento do sistema imunológico, e a teína, um estimulante.

A professora do curso de Nutrição do Uniceplac Carolina Vogado explica que chás e infusões trazem diversos benefícios terapêuticos. “Cada erva, especiaria ou flor, tem propriedades específicas. Por exemplo, algumas atuam como ansiolíticos naturais e contribuem na qualidade do sono, como a camomila. Outras, como o hibisco, têm efeito diurético.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Raquel, durante a pandemia houve um aumento na procura por chás e infusões com efeitos relaxantes e calmantes.

Os benefícios que o chá oferece à saúde são inegáveis, mas ele não se resume a isso. “É uma bebida milenar que proporciona experiências sensoriais completas: o aroma, o sabor, o aspecto visual e a sensação depois da ingestão. O chá carrega uma filosofia oriental que nos convida à apreciação do momento, que pode ser feito consigo mesmo ou na companhia de alguém querido. Essa visão também contribuiu para associar a bebida a um ritual de autocuidado. No Japão, é um dos recursos do zen budismo para a meditação”, reforça a proprietária da loja.

Nessa perspectiva, não é apenas o chá que é apreciado, mas toda a atmosfera criada por ele, desde o preparo até o consumo. “Todo o processo, desde a escolha do chá e dos utensílios, passando pelo preparo e consumo, torna o momento único”, conclui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar