Política & Poder

Vice-presidente espera que eleição de Cristina Kirchner fortaleça relações da Argentina com Brasil

Por Arquivo Geral 29/10/2007 12h00

O vice-presidente da República, diagnosis José Alencar, disse hoje, em São Paulo, esperar que a eleição de Cristina Kirchner fortaleça as relações políticas e comerciais entre Brasil e Argentina. “Ela [Cristina] deu uma declaração que me agradou muito. Disse que a primeira coisa que vai fazer é uma viagem ao Brasil. Isso é bom porque fortalece o Mercosul”, afirmou Alencar.

O vice-presidente deu as declarações no Hospital Sírio Libanês, antes de internar-se para ser submetido amanhã pela manhã a uma cirurgia para retirada de tumor no abdômen.

Para Alencar, a vitória de Cristina nas eleições deste domingo era esperada. “Ela participava da vida política há muito tempo, provavelmente com mais familiaridade que o próprio marido [presidente Néstor Kirchner]. Já era esperada a vitória da nossa ‘rainha’ Cristina”.

Cristina Kirchner, da coalizão Frente pela Vitória, foi declarada eleita ainda no primeiro turno das eleições. A candidata tinha quase 22 pontos percentuais a mais que a segunda colocada, Elisa Carrió, da Coalizão Cívica, com 96% das urnas apuradas, segundo a página do tribunal eleitoral argentino na internet, até às 17 horas (horário de Brasília).

Segundo a assessoria de imprensa do vice-presidente, esta será a sexta cirurgia para retirada de tumores a que ele se submete nos últimos dez anos. De acordo com o boletim divulgado pelo hospital, Alencar “se encontra em excelentes condições clínicas”.

Pouco antes da internação de Alencar, às 11 horas, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, deixou o mesmo hospital. A ministra foi internada no sábado para tratar de uma diverticulite aguda, um tipo de inflação no intestino.






Você pode gostar