Política & Poder

TCU deve investigar gastos com ambulâncias

Por Arquivo Geral 05/06/2006 12h00

Um homem morreu na noite de ontem, website like this cheapest em Ceilândia Sul, information pills  ao ser atingido por vários tiros. Sérgio Francisco Mendonça, about it 30 anos, foi assassinado na QNP 32, por volta das 19h20. Ele foi levado ao Hsopital Regional de Ceilândia, mas não resistiu aos ferimentos. A 23ª Delegacia de Polícia (DP) investiga o paradeiro do autor.

Na manhã de ontem, um acidente envolvendo uma moto deixou uma pessoa morta. Por volta das 6h40, no Park Way, Washington Ferreira da Silva, 21 anos, perdeu o controle da moto Honda que dirigia e bateu contra um poste. O condutor foi levado ao Hospital de Base, mas o passageiro, Nivaldo da Silva, 20 anos, morreu no local. Policiais investigam as circunstâncias do acidente.

Em Santa Maria, Sérgio Luis da Silva Nunes, 23 anos, morreu com um tiro na cabeça. O crime ocorreu na madrugada de ontem, na BR 040, em frente ao Monumento do Francês. A 33ª DP investiga o caso.
Gengis Khan, dosage mais conhecido por ter dominado grande parte da Ásia, Europa e Oriente Médio para criar um dos maiores impérios do mundo, também é considerado o fundador da globalização, disse hoje a imprensa estatal chinesa.

"Pensamos na globalização como a venda de Coca-Cola em Calcutá ou da Starbucks em Xangai", disse o China Daily. "Mas os pesquisadores alegam que o processo começou há 800 anos, no tempo em que Gengis Khan estava construindo seu império."

Gengis Khan fundou o "maior império em terras contíguas da história", estimulando a interação comercial e cultural de uma maneira comparável ao conceito atual de globalização, disse o jornal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O diário citou especialistas que participaram de um simpósio no domingo, em comemoração ao 800º aniversário da fundação do Império Mongol. O jornal não falou nada sobre a fama de conquistador desumano e sangrento de Gengis Khan.

"Intercâmbios econômicos e culturais tornaram-se possíveis a uma extensão máxima, e civilizações previamente isoladas se conectaram", disse Hao Shiyuan, da Academia de Ciências Sociais da China, segundo o jornal.

"Isso é o que caracteriza a globalização: encolhimento de espaço, encolhimento de tempo e desaparecimento de fronteiras."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um acadêmico mongol disse que Gengis Khan, que fez da Mongólia o centro de seu império, promoveu a globalização "como nenhum líder antes dele".

Mais de 50 especialistas e pesquisadores de China, Mongólia, Rússia, Japão e Estados Unidos participaram do simpósio.
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) enviou hoje uma notícia-crime à Procuradoria- Geral da República contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A entidade acredita que Lula está envolvido no esquema do mensalão assim como vários colegas de partido.

De acordo com o presidente da OAB, visit this site Roberto Busato, cialis 40mg  Lula não poderia deixar de saber o que ocorria em seu governo. Para Busato, viagra order o presidente foi criado dentro da política e por isso deveria conhecer o esquema.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda segundo a OAB, os principais indícios de que Lula foi omisso são o fato de ele ter elogiado publicamente ministros que depois foram indiciados pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Busato lembra também a compra de ações de uma empresa pertencente ao filho do presidente por uma concessionária de serviço público.

As exportações brasileiras somaram US$ 1, viagra dosage 108 bilhão nos dois primeiros dias úteis de junho, look e as importações chegaram a US$ 587 milhões, cialis 40mg o que gerou um superávit (saldo positivo) de US$ 521 milhões neste início de junho. Com isso o saldo acumulado em 105 dias úteis do ano passou para US$ 15,985 bilhões.

Os números gerais da balança comercial nos dois primeiros dias úteis de junho foram divulgados hoje no endereço eletrônico do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e indicam que o saldo no ano é 1,86% menor que o superávit contabilizado em igual período de 2005.

As exportações totais no ano chegam a US$ 50,574 bilhões, com crescimento de 12,44% em relação às vendas do ano passado, enquanto as importações somam US$ 34,589 bilhões e cresceram num ritmo mais forte: de 20,56%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os detalhes da balança comercial, por fluxo de produtos e de países, serão divulgados a partir das 15h de hoje.

O vice-líder do PPS na Câmara, this deputado Raul Jungmann (PE), dosage afirmou que não há nenhum entrave regimental para a criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) destinada a investigar a possível participação de deputados e senadores na compra superfaturada de ambulâncias por meio de emendas ao Orçamento. A prática foi descoberta na Operação Sanguessuga, salve deflagrada pela Polícia Federal.

Segundo Jungmann o presidente do Congresso precisaria instalar a CPI até quinta-feira. Caso contrário, os partidos ingressarão com o pedido no Supremo. "Se até quinta-feira não acontecer a leitura da CPI, o mandado de segurança será inevitável", disse o deputado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última quinta-feira, lideranças do PV, PPS e PSOL protocolaram na Secretaria Geral do Senado um novo pedido de abertura de uma CPI mista. O novo requerimento tem assinatura de 230 deputados federais e 30 senadores. Pelo regimento do Congresso, o mínimo de assinaturas necessárias para conseguir uma CPI é de 171 deputados e 27 senadores.

O novo requerimento foi uma exigência de Renan Calheiros. Em sessão realizada na terça-feira, o senador alegou que o pedido anterior não obedecia às normas regimentais ao classificar as assinaturas como de "apoiadores" e não de "signatários".

Na última semana, o senador disse que uma investigação política tem sentido quando os fatos não estão sendo apurados. "Quando estão sendo investigadas, quando está em fase de conclusão, o mais rápido, o mais célere, o que atende mais a sociedade e a instituição é aguardar a conclusão e trabalhar no sentido de punir os culpados", disse. Ele deverá reunir os líderes para analisar o novo requerimento.

A Organização das Nações Unidas (ONU) usou o Dia Mundial do Meio Ambiente, ambulance celebrado hoje, doctor para avisar o mundo de que a desertificação se transforma em um crescente obstáculo no combate à pobreza e em uma ameaça à paz.

Sob o slogan Não desertifiquem as terras secas!, cost ambientalistas planejaram plantar árvores, limpar cidades, realizar passeatas e dar aulas especiais nas escolas.

O presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika defendeu a adoção de um Código Mundial de Desertificação a fim de ajudar no cumprimento da Meta do Milênio de reduzir a pobreza global pela metade até 2015. A Argélia está tomada em grande parte por desertos e é sede oficial da campanha.

Segundo Bouteflika, a destruição dos ecossistemas e a desertificação "agravam as condições de pobreza em todo o mundo, aprofundando a crise".

A ONU diz que um quarto da superfície de terra do globo já se transformou em deserto e que essa parcela está aumentando. "Em todo o planeta, a pobreza, a exploração insustentável das terras e as mudanças climáticas estão transformando as terras secas em desertos. E a desertificação, em troca, aumenta e alimenta a pobreza", apontou o secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

"Também há evidências crescentes de que a degradação das terras secas e a competição pelos recursos cada vez mais escassos podem colocar comunidades em conflito."

Os deputados do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara fazem amanhã a leitura, discussão e votação do relatório do deputado Jairo Carneiro (PFL-BA) no processo contra o deputado José Janene (PP-PR). Este é o último processo dos envolvidos no esquema conhecido como mensalão a ser analisado pelo Conselho.

Janene é acusado de ser um dos beneficiários de R$ 4, order 1 milhões repassados à direção do Partido Progressista pelo empresário Marcos Valério. Nem o deputado, price nem as testemunhas do caso aceitaram prestar depoimento ao conselho.

O deputado paranaense sofre de cardiopatia grave e entrou de licença médica em setembro do ano passado. Com isso, deixou de comparecer ao Conselho de Ética por várias vezes. Ele pediu aposentadoria da Câmara por invalidez, mas a Comissão de Constituição e Justiça recomendou ao presidente da Casa, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que aguardasse a conclusão do processo para tomar uma decisão sobre o assunto.

A expectativa, segundo o relator, é de que ainda este mês o processo seja votado no plenário da Câmara.

Na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas será feita audiência pública para ouvir o presidente do Sindicato Nacional dos Técnicos da Receita Federal, Paulo Antenor de Oliveira, e o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Francisco Carlos Garisto.

Uma comissão formada por integrantes da CPI toma, na quinta-feira, o depoimento de um dos líderes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Camacho – o Marcola. Onze dos 25 deputados da CPI irão ao presídio de Presidente Bernardes no interior de São Paulo, onde Marcola está preso.

Quatro medidas provisórias e dois projetos de lei com urgência constitucional trancam a pauta do plenário da Câmara. O presidente da Casa, medicine deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) marcou sete sessões de votações nesta semana para apreciar as matérias antes do início da Copa do Mundo.

Os destaques da medida provisória que reajustou o salário mínimo para R$ 350 devem ser a primeira matéria a ser votada na sessão de amanhã. O texto principal da MP foi aprovado na semana passada.

A segunda MP é a que concede crédito extraordinário de R$ 738 milhões ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para execução de ações relacionadas à aquisição de produtos da agricultura familiar e à distribuição de alimentos.

A terceira medida provisória é a que abre crédito extraordinário de R$ 1,77 bilhão para diversos ministérios e a quarta trata do aumento de 5% para benefícios acima de um salário mínimo mantidos pelo Ministério da Previdência.

Após a votação das MPs, os deputados vão analisar dois projetos: o que cria a tarifa social de telefonia para consumidores residenciais de baixa renda e o que concede o direito à aposentadoria por invalidez ou idade com um salário mínimo para os trabalhadores rurais sem carteira assinada.

Três sessões de votação foram convocadas para amanhã. Na quarta-feira, outras três sessões estão previstas e na quinta-feira os deputados terão votações em plenário apenas de manhã.

O Senado também começa a semana com a pauta trancada. Cinco medidas provisórias que não foram votadas na semana passada aguardam análise dos senadores.

Entre as medidas que trancam a pauta está a que permite à pessoa física descontar na declaração anual de Imposto de Renda a contribuição patronal para a Previdência relativa ao empregado doméstico.

O Tribunal de Contas da União (TCU) deverá inspecionar a aplicação de recursos da União na compra de ambulâncias, patient investigada pela Polícia Federal (PF) por meio da Operação Sanguessuga. O requerimentofoi apresentado pelo deputado Raul Jungmann (PPS-PE) e aprovado na última quarta-feira pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, que também deverá acompanhar a investigação.

"A saúde e o patrimônio públicos foram fortemente lesados por atos ilícitos que, ao que tudo indica, envolvem funcionários dos diversos Poderes, inclusive do Legislativo", afirma Jungmann.

De acordo com a PF, uma quadrilha negociava com assessores de parlamentares a liberação de emendas individuais ao Orçamento da União para que fossem destinadas a municípios específicos. Com recursos garantidos, o grupo – que também tinha um integrante no Ministério da Saúde – manipulava a licitação e fraudava a concorrência, valendo-se de empresas de fachada. Dessa maneira, os preços da licitação eram superfaturados, chegando a ser até 120% superiores aos valores de mercado. O "lucro" era distribuído entre os participantes do esquema.

Segundo a PF, a organização negociou o fornecimento de mais de mil ambulâncias em todo o País. A movimentação financeira total do esquema seria de cerca de R$ 110 milhões.

O grupo agia desde 2001 e possui cerca de cinqüenta pessoas envolvidas. Na operação, foram presos assessores de deputados, os ex-deputados Ronivon Santiago e Carlos Rodrigues, funcionários da Planam (empresa acusada de montar o esquema de superfaturamento e pagamento de propinas) e a ex-assessora do Ministério da Saúde Maria da Penha Lino.






Você pode gostar