Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Renan Calheiros e Jorginho Mello se xingam durante sessão da CPI da Pandemia

Jorginho se irritou quando Renan citou Luciano Hang. Senadores trocaram ofensas como “ladrão”, “vagabundo” e “picareta”

Por Willian Matos 23/09/2021 11h41
Foto: Reprodução/TV Senado

Os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Jorginho Mello (PL-SC) se ofenderam durante sessão da CPI da Pandemia nesta quinta-feira (23). Os parlamentares trocaram palavras de baixo calão, como “ladrão”, “vagabundo” e “picareta”.

Renan Calheiros fazia perguntas para o empresário Danilo Trento, depoente de hoje, quando Jorginho Mello interrompeu o relator para defender o governo federal. Calheiros não permitiu a interrupção, e iniciou-se a discussão.

“Eu não permito que o senhor me interrompa. Vá defender o presidente da República onde o senhor quiser. Aqui, na hora em que eu falo, não”, disse Renan, declarando que não aceita interrupções. “Não aceita, mas eu falo do mesmo jeito”, rebateu Jorginho. “Vá para os quintos, então”, prosseguiu.

Nesse momento, Renan citou o empresário Bolsonarista Luciano Hang. “Vá vossa excelência com o seu presidente e com o Luciano Hang”. Jorginho subiu o tom de voz e disse a Calheiros para “lavar a boca para falar do Luciano”. Renan, então, ofendeu o colega: “Vai lavar a tua, vagabundo”.

“Vagabundo é tu ladrão, picareta”, rebateu Jorginho. “Ladrão picareta é você”, disparou Renan. Neste momento, os microfones foram cortados, mas Renan chegou a levantar-se da cadeira do relator e caminhar até Jorginho. Randolfe Rodrigues segurou Calheiros.

Depois, os ânimos se acalmaram. O depoimento de Danilo Trento prossegue. Assista ao vivo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar