Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Randolfe rebate PF e pede abertura de inquérito contra Bolsonaro

Vice-presidente afirmou que Bolsonaro divulgou documento sigiloso nas redes sociais. “A que horas será anunciada a abertura de inquérito contra o senhor presidente da república?”, indagou

Por Willian Matos 05/08/2021 12h48
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O vice-presidente da CPI da Pandemia, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), reagiu à notícia de que a Polícia Federal abriu inquérito contra a comissão por suposto vazamento de documento sigiloso. Durante sessão nesta quinta-feira (5), Randolfe classificou o ato da PF como “inconstitucional e ilegítimo”.

O senador disse ainda que o presidente da República, Jair Bolsonaro, divulgou abertamente nas redes sociais itens sob sigilo. Por isso, na visão de Randolfe, a PF deveria abrir inquérito contra Bolsonaro.

O documento sigiloso que Bolsonaro compartilhou e que Randolfe citou nesta quinta (5) consta na publicação abaixo, feita pelo chefe do Executivo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu pergunto ao seu Anderson Torres, que é o senhor ministro de estado da Justiça, e ao senhor diretor-geral da polícia Federal [Paulo Maiurino] a que horas será anunciada a abertura de inquérito contra o senhor presidente da República”, indagou Randolfe, dizendo que espera a medida ser tomada ainda hoje.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) se manifestou afirmando que a PF não pode ser utilizada como um instrumento para intimidação da CPI.






Você pode gostar